Após censura, criadores de conteúdos controversos migram para as criptomoedas

Inúmeros sites de crowdfunding online e provedores de carteiras para criptomoedas estão envolvidos em controvérsias, após uma série de cancelamentos de contas associadas a visões de extrema direita. Embora o movimento “deplataform”, identificado com a promoção de discurso de ódio tenha recebido apoio popular, reconhecidos comentaristas políticos e personalidades da mídia consideram isso um ataque inaceitável à liberdade de expressão.

Como resultado, alguns dos principais criadores de conteúdo online na plataforma de crowdfunding Patreon decidiram migrar para o financiamento em Bitcoin, levando consigo dezenas de milhares de dólares em receita mensal. À medida que o furor em torno das plataformas de pagamentos e cancelamento de contas continuam, o Cointelegraph resolveu olhar mais de perto mais o papel que as criptomoedas desempenham no que está sendo retratado como o mais recente campo de batalha da liberdade de expressão.

Rubin sai do Patreon

Em 16 de janeiro, o comentarista político americano Dave Rubin tornou-se a mais recente figura pública a excluir sua conta da plataforma online de crowdfunding Patreon. Rubin apareceu ao vivo em seu canal no YouTube, reiterando seu apoio ao controverso e polêmico Carl Benjamin, também conhecido como Sargon de Akkad, afirmando que o cancelamento de sua conta foi um dos fatores mais importantes em sua decisão de deixar o Patreon e partir para o financiamento via Bitcoin.

“O fato de que tudo isso relacionado à liberdade de expressão está acontecendo no Patreon começou com o Carl Benjamin, Sargon de Akkad, que esteve neste mesmo estúdio. Parece tão apropriado que finalmente faremos isso.

“Quando comecei a falar sobre isso, todo mundo disse que eu precisava falar com Carl Benjamin, o Sargon de Akkad. Agora parece tudo se encaixar, o primeiro cara com quem eu falei online sobre isso é um envolvidos no motivo que me faz deixar [a plataforma]. Nós estamos assumindo o controle do nosso destino e de todas essas coisas boas.

Embora Rubin tenha ganhado fama como comediante, ele se tornou mais conhecido como um defensor de valores como a liberdade de expressão. Apesar de suas alegações sobre ganhar “entre 60% a 70%” de sua renda através do Patreon, Rubin disse que sua decisão de mudar para a Bitcoin constituiu “uma posição contra a invasão sempre incessante sobre a liberdade de expressão” que ele percebe ter lugar em todas as plataformas de financiamento tradicionais.

"Eu não acho que um empresário normal diria que eu posso me livrar de 70% da receita da minha empresa para então ver o que acontece. Eu só sinto que [o banimento do Benjamin] foi apenas o suficiente. ”

Rubin comentou ainda o que considera ser uma afronta orquestrada à liberdade e uma campanha de censura forçada realizada por empresas de tecnologia:

"Este parece ser o próximo passo óbvio em tudo o que está acontecendo aqui. Eu só acho que em algum momento, nós, as pessoas, temos que nos voltar contra essas empresas de tecnologia. Você não pode continuar infringindo a liberdade de expressão. Sim, eles podem fazer o que quiserem em empresas privadas e há uma questão sobre se essas plataformas estão se tornando o verdadeiro espaço público do futuro, e qual é a relação entre essa entidade e uma plataforma na qual todos podemos nos comunicar e o governo ”.

O vídeo de Rubin também continha o anúncio de que ele planeja lançar sua própria plataforma de financiamento com o colega, comentarista online e psicólogo clínico Dr. Jordan B. Peterson:

“Além disso, Jordan e eu também estamos trabalhando em uma nova plataforma. Há um limite para o que posso dizer no momento, por motivos legais. Eu não posso dar todos os segredos e as chaves do reino ainda. Estamos trabalhando em outra plataforma. Há enormes e enormes questões em relação a como queremos que esta plataforma funcione. Se ela deverá ser monetizada por meio da criptomoedas; se deveríamos fazer streaming de vídeo no torrent; como podemos estar totalmente protegidos para que não nos preocupar com processadores de pagamento, e assim, não precisaríamos nos preocupar com empresas de tecnologia que nos derrubam? Por mais louco que seja, tudo o que estou fazendo aqui é exercitar a liberdade de expressão. Eu gosto de entrevistar pessoas, gosto de ter uma boa conversa e todas essas coisas. Jordan e eu estamos trabalhando nisso, há uma empresa formada. Estamos trabalhando nisso. Hoje é o primeiro passo. O primeiro passo para mim é sair do Patreon e vamos levar todo mundo.”

Peterson também estava entre o grupo de criadores de conteúdo que prometeu deixar o Patreon com base na liberdade de expressão. Apesar de supostamente ganhar US$ 80.000 por mês através da plataforma, Peterson excluiu recentemente sua conta no Patreon.

Rubin anunciou sua intenção de migrar para o Bitcoin no início de janeiro. Os membros da comunidade de criptomoedas responderam entusiasmados ao anúncio e foram rápidos em responder com conselhos práticos para a transição. No momento da publicação, a carteira Bitcoin de Rubin recebeu um total de 0,8119261 BTC.

Sem presentes para o Gab

Polêmica, a rede social Gab é um dos sites mais proeminentes a serem desligados em nome do monitoramento do discurso de ódio. Em janeiro, pelo Twitter, o Gab