Startup de tokenização e compliance Standard Tokenization Protocol assegura US$ 7 milhões em financiamento

A startup de tokenização e compliance Standard Tokenization Protocol (STP) anunciou que assegurou US$ 7 milhões em financiamento em um comunicado enviado ao Cointelegraph em 29 de maio.

Segundo o texto, a STP levantou os fundos em duas rodadas privadas de financiamento, de diversos investidores de risco, com a venda de seu token STPT - com US$ 5 milhões na primeira rodada e US$ 2 milhões na segunda. Os investidores citados pela empresa foram Neo Global Capital, BlockVC e AlphaBit.

O anúncio explica que o serviço da STP é desenhado para permitir uma tokenização de ativos que atenda à conformidade e transparência, assim como oferecer propriedade fracionada e aprimorar o retorno para os vendedores, removendo o descontos de iliquidez.

A STP usaria um validador on-chain com objetivo de garantir a conformidade com regulações específicas de cada região, especialmente aquelas relacionados às regras de consumidor (Know Your Client) e contra lavagem de dinheiro. Finalmente, a empresa também promete que seu sistema permitirá que dividendos sejam programados para serem distribuídos automaticamente. A STP declara:

“A plataforma oferece uma solução mais acessível para a emissão fracionada de ativos tradicionalmente ilíquidos, que representam um mercado de US$ 256 trilhões. ”

Como o Cointelegraph noticiou ontem, uma empresa relacionada às criptos lançou um protocolo permitindo que negócios criassem tokens para ativos do "mundo real" na blockchain do Bitcoin SV (BSV).

Também ontem, notícias deram conta de que o bilionário russo Vladimir Potanin planeja criar tokens de criptomoedas que seriam atrelados ao paládio, é um metal raro.