Cointelegraph reforça sua expansão internacional e anuncia sede na China

Para apoiar nossa expansão internacional e alcance global, o Cointelegraph tem o prazer de anunciar o lançamento da nossa versão chinesa. Hoje, dia 4 de dezembro, comemoramos a abertura do escritório do Cointelegraph China (Cointelegraph 中文).

A notícia - que é outro momento marcante no crescimento do Cointelegraph - foi anunciada na Nova Global Blockchain Investment Institutions Summit, organizada pela aliança do ecossistema de investimentos, Nova Club. O Nova Club foi formado pelas principais organizações de blockchain e visa facilitar o desenvolvimento de projetos blockchain, consolidando recursos e conhecimentos.

A expansão será liderada por desde o coração de Guangzhou, com outros escritórios em Pequim e Xangai.

Conheça a equipe de negócios do Cointelegraph China

O Cointelegraph China reuniu os principais nomes do setor para destacar as tendências de blockchain e criptomoedas.

Kevin Shao é co-fundador do Cointelegraph China e gerente geral do fabricante de equipamentos de mineração cripto Canaan-Blockchain. A experiência profissional de Shao inclui atuação no departamento de tecnologia e fintech do Banco da China.

Kevin Ren, co-fundador do Cointelegraph China e também sócio fundador da empresa de capital de risco Consensus Lab, possui mestrado duplo em ciência da computação e administração de empresas. Ren, que trabalhou como parceiro em várias empresas de capital de risco, atualmente ocupa cargos de gerência em associações e sindicatos do setor no país.

Simon Li é outro co-fundador do Cointelegraph China e sócio fundador da Chain Capital e da Nova Club. Li se concentra na mineração, no investimento em projetos de blockchain e no início e gerenciamento de fundos de investimento em blockchain.

O co-fundador Vadim Krekotin gerenciará o lançamento inicial do Cointelegraph China. Ele já fundou uma empresa de consultoria em blockchain, a CBE Foundation. Vadim é fluente em mandarim e tem uma longa história de negócios na China, o que o colocou em contato com os maiores players da indústria do país, incluindo Binance, Huobi, OkEX e muitos outros. 

Fique atento à equipe editorial

Em breve anunciaremos a equipe editorial do Cointelegraph China. Nossa equipe editorial produzirá jornalismo da mais alta qualidade para nossos leitores na China, mantendo firme os valores de independência editorial e responsabilidade para com nossos leitores.

O Cointelegraph China agora é nossa terceira base na Ásia, após o estabelecimento do Cointelegraph Japão, em Tóquio, em dezembro de 2017, e do Cointelegraph Coréia, em agosto deste ano. A China provou ser um centro para o desenvolvimento de blockchain, com o apoio do presidente Xi Jinping e uma série de patentes relacionadas a blockchain registradas com os reguladores locais.

O país mantém uma postura rígida em relação às criptomoedas, já que o comércio de criptomoedas foi totalmente proibido na China. Enquanto isso, o país declarou planos de emitir sua própria moeda digital para competir com o dólar dos Estados Unidos no mercado global. Nossa equipe com sede na China trabalhará de maneira consistente para aumentar a conscientização na região e oferecer aos leitores uma visão clara dos desenvolvimentos significativos do setor.