Chainalysis nomeia ex-executivo da FinCen como assessor técnico

A empresa de análise de Blockchain, a Chainalysis, contratou um ex-funcionário da Financial Crimes Enforcement Network dos Estados Unidos e do Departamento de Justiça como Chief Technical Counsel, de acordo com um comunicado publicado em 26 de junho.

A Chainalysis nomeou Michael Mosier como seu novo diretor técnico. Mosier será agora responsável pela especialização jurídica dos produtos da Chaianysis, como privacidade de dados e dados sobre lavagem de dinheiro, sanções, política e  questões governamentais globais .

Na Chainalysis, Mosier trabalhará em estreita colaboração com Jesse Spiro, diretor global de políticas, que se juntou à firma Refinitiv e Kristofer Doucette, vice-presidente de assuntos governamentais, que anteriormente atuava no Departamento do Tesouro dos EUA em inteligência financeira. Comentando sobre a nomeação, Mosier disse:

"Estou muito contente por ingressar na incrível equipe da Chainalysis como Conselheira Técnica Principal. Tendo trabalhado em tecnologia emergente, integridade financeira e privacidade de dados e a oportunidade de trazer soluções técnico-jurídicas para o mercado para ajudar a avançar a missão da Chaianysis de construir confiança com blockchains e ajudar nossos clientes a cumprir suas obrigações regulamentares é o cruzamento perfeito em um momento seminal para todas essas áreas ".

No início deste mês, a Binance contratou um ex-executivo estratégico da Dell e da Associação Nacional de Basquete, Gin Chao, como seu diretor de estratégia global. Chao irá avançar a estratégia global da organização, liderando iniciativas em desenvolvimento corporativo, investimento de risco e seus departamentos jurídicos.

A empresa de blockchain, segurança digital e criptomoedaBitGo, nomeou um veterano trader de Wall Street, Nick Carmi, como seu chefe de serviços financeiros. De acordo com um comunicado do CEO da BitGo, Mike Belshe, a contratação foi estimulada por uma intenção de construir uma conexão mais forte criptoativos tecnologicamente inovadores e a esfera financeira tradicional.