CFTC dos EUA nomeia ex-executiva da Coinbase como diretora de supervisão de mercado

A vice-presidente da Coinbase Dorothy D. DeWitt vai agora ocupar o cargo de diretora na divisão de supervisão de mercado da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (Commodity Futures Trading Commission - CFTC) dos Estados Unidos.

O diretor da CFTC dos EUA Heath P. Tarbert anunciou em 17 de setembro que DeWitt será responsável pela supervisão de plataforma de derivativos e repositórios de dados de troca na CFTC, além de outros produtos negociados em novas plataformas.

De gestão de ativos a supervisão de mercado

Antes de ingressar na CFTC, DeWitt atuou como vice-presidente e consultora jurídica de linhas de negócios e mercados da Coinbase, exchange e carteira de criptomoedas com sede nos EUA. DeWitt também ocupou cargos como sócia e gerente de portfólio da empresa de gestão de ativos Cadogan Management, e atuou no grupo de gestão de ativos GAM, entre outros cargos.

Ao comentar a nomeação, Tarbert disse:

“Estou animado por Dorothy se juntar à nossa equipe. Ela traz para a CFTC mais de 20 anos de experiência no setor privado nas áreas financeira e jurídica. Sua grande experiência em investimentos, riscos, jurídico e compliance, além da familiaridade com a tecnologia de ledger distribuída, incluindo ativos cripto, serão inestimáveis, pois a agência procura desenvolver uma abordagem abrangente para regular as commodyties do século XXI. ”

Nomeações recentes na CFTC

DeWitt não é a primeira oficial da Coinbase a fazer a transição para a CFTC. Em julho, a agência anunciou que estava contratando Andrew L. Ridenour como consultor sênior da presidência. Ridenour ingressou na CFTC direto da Coinbase, onde trabalhou como consultor de produtos institucionais.

Como o Cointelegraph publicou anteriormente, Tarbert se tornou presidente da CFTC em meados de julho. O mandato de cinco anos de seu antecessor J. Christopher Giancarlo viu o aumento da percepção de derivativos de criptomoeda como um objeto de supervisão regulatória.

Considerado como o aliado da indústria cripto, Giancarlo - conhecido como "Crypto Dad" - supervisionou o lançamento histórico de futuros regulamentados de Bitcoin e defendeu uma abordagem mais passiva para a regulamentação da blockchain quando se apresentou perante o Congresso dos EUA.