Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos EUA contrata conselheiro da Coinbase

A  Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (Commodity Futures Trading Commission - CFTC) dos Estados Unidos anunciou que está contratando Andrew L. Ridenour como conselheiro sênior do presidente. Até recentemente, Ridenour trabalhou na principal exchange americana de criptomoedas, a Coinbase.

O presidente da CFTC, Tarbert, revelou Ridenour e outros como novos contratados em 17 de julho, comentando que “o conselho e a experiência de minha equipe serão essenciais para nossos esforços em manter nossos mercados de derivativos vibrantes e responsabilizar os infratores”.

Quem é Andrew Ridenour?

De acordo com o perfil de Ridenour no LinkedIn , ele trabalhou na CFTC por 9 anos como conselheiro especial na Divisão de Supervisão de Mercado e advogado de primeira instância. Ridenour, em seguida, fez uma pausa do governo para trabalhar para a Cripto Exchange Coinbase como advogado para produtos institucionais por um pouco mais de um ano e meio, antes de retornar à CFTC.

Enquanto na Coinbase, Ridenour aparentemente desenvolveu estruturas legais e planos de negócios para os serviços de negociação e custódia da bolsa. Agora, voltando à CFTC, ele oferecerá assessoria jurídica e política ao presidente dos mercados de futuros e derivativos.

Ridenour possui pós-graduação em direito e relações internacionais, com um JD pela Tulane University Law School, bem como um mestrado da Universidade de Tulane.

Novo presidente, novo regime?

Como relatado anteriormente pela Cointelegraph, Heath Tarbert foi empossado como presidente da CFTC há apenas duas semanas. Seu predecessor, J. Christopher Giancarlo - também conhecido como o “crypto Daddy ” - era considerado um regulador pró-criptomoedas. As opiniões de Tarbert sobre a criptomoeda, por outro lado, ainda são desconhecidas. 

Tarbet é Ph.D. em direito comparado de Oxford e trabalhou para o juiz da Suprema Corte Clarence Thomas. Talbert também trabalhou como Secretário Adjunto do Tesouro para Mercados Internacionais e Desenvolvimento sob o Presidente Trump, bem como para o secretário para assuntos internacionais.