Bitmain ajudou a construir Matrixport, nova plataforma de OTC para Bitcoin

Durante a WDMS 2019, evento organizado pela gigante de mineração Bitmain, John Ge, CEO of Matrixport, revelou que soluções chaves da empresa foram construídas pela gigante de ASIC.

“A solução Cactus Custody s é uma peça do quebra-cabeças. Foi desenvolvido pela Bitmain. A gestão de criptomoedas era um problema e como o mercado não foi capaz de fornecer uma solução, a equipe da Bitmain decidiu construí-la. Uma equipe de Cingapura, Suíça e EUA composta dos melhores dos melhores surgiu com esta solução”, declarou durante o evento.

Desde que foi lançada em julho deste ano a Matrixport vem atraindo atenção de player do mercado de Bitcoin e de especuladores tentando entender a real participação da Bitmain no negócio. Embora a empresa tenha sido fundada por Jihan Wu, que também é CEO da Bitmain, os laços entre as empresas não haviam sido revelados.

A plataforma é focada na gestão, custódia de criptoativos e na negociação de balcão (OTC), além de funções voltadas para empréstimos e já teria mais de 120 funcionários.

“Com 122 funcionários, a equipe da Matrixport reúne as mentes mais brilhantes de empresas como Bank of America, Barclays, UBS, Alibaba, Huawei, Baidu entre outros (...) Como o Blockchain também pode ser rotulado como a Internet do dinheiro, a ideia era construir um provedor de serviços financeiros”, revelou Ge.

Ge, membro-fundador da Bitmain e dono de 4% das ações da empresa, também disse que a Matrixport vai usar suas conexões e expertise na Bitmain para atender às necessidades de mineradores de criptomoedas da China.

Como noticiou o Cointelegraph, a Bitmain declarou que começará a operar a "maior fazenda de mineração do mundo em Rockdale no Texas (EUA).

Confira mais notícias