Carrefour quer rastrear todos os produtos de sua marca própria até 2022

Durante a Rio Blockchain Conference, evento dedicado à tecnologia blockchain que começou nesta terça-feira, 15 de outubro, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ), a Gerente de Segurança Alimentar e Qualidade no Brasil da rede francesa de hipermercados Carrefour, Julia Carlini, revelou que a gigante francesa pretende rastrear todos os produtos da marca própria do Carrefour, Sabor & Qualidade, através de redes blockchain.

Durante a conferência "Casos de Uso de Blockchain em Grandes Empresas", que também contou com representantes do Banco Santander e da gigante de tecnologia IBM, a representante do Carrefour disse que, atualmente, a rede já tem 22 aplicações de blockchain ativas para suas cadeias de suprimento:

"Nosso compromisso número um é com a rastreabilidade. A blockchain traz a segurança das informações. No mundo a gente tem 22 cadeias, em vários países, usando tecnologia blockchain. [...] A gente fez uma pesquisa com os consumidores pra entender quais as maiores preocupações deles, e viu que a maior preocupação era com relação à qualidade, o trajeto do alimento até as gôndolas, e a gente conseguiu desenvolver uma plataforma Hyperledger de blockchain."

Ela completou ainda dizendo que até 2022 a empresa pretende "subir" todos os produtos da marca Sabor & Qualidade para a blockchain.

O Cointelegraph tem acompanhado a adoção de blockchain pela rede de hipermercados Carrefour para sua cadeia de produção. Conforme foi revelado em matéria publicada em junho de 2019, desde a adoção de blockchain a rede registrou aumento de vendas nos produtos rastreados na cadeia.

Além disso, o Carrefour também começou a rastrear a produção brasileira de laranjas recentemente, oferecendo informações precisas sobre trajeto e origem dos alimentos através de uma plataforma blockchain exclusiva.