Carrefour vai rastrear laranjas no Brasil usando tecnologia do Bitcoin

O Carrefour, uma das principais redes de hipermercado do Brasil, anunciou que irá rastrear laranjas vendidas na rede, por meio da tecnologia blockchain.

Conforme o anuncio, as laranjas que contarão com rastreamento são da linha Sabor & Qualidade, uma linha ‘premium’ de produtos do hipermercado que conta com alta tecnologia na produção para garantir um fruto com mais qualidade.

As laranjas, produzidas pela fazenda Alfacitrus, localizada no município de Engenheiro Coelho (SP), representam pouco mais de 15% das vendas da fruta na rede. A ideia do Carrefour é que, até o final do ano, mais de 40% de toda a produção seja comercializada em blockchain.

A idéia com o uso da tecnologia é grantir a origem e o padrão superior da fruta mostrando também a sustentabilidade no processo de produção, segundo a rede.

As primeiras laranjas rastradas com blockchain serão comercializadas nas lojas de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Paraná.

Como noticiou o Cointelegraph, o Carrefour declarou recentemente que registrou um aumento nas vendas depois da implementação de um sistema de rastreamento baseado em blockchain.

O sistema de rastreamento blockchain permite a consumidores rastrearem cadeias de suprimentos de 20 itens, incluindo carne, leite e frutas desde as fazendas até as lojas, permitindo que eles evitem produtos com organismos modificados, antibióticos e pesticidas.