Bloomberg: Plataforma de IPO baseada em blockchain lista primeira empresa em junho

A SprinkleXchange, uma plataforma de oferta pública inicia (IPO) baseada em blockchain, está se preparando para listar sua primeira empresa em junho, informou a Bloomberg em 17 de maio.

De acordo com Alexander Wallin, CEO da bolsa, eles esperam que até 1.000 empresas participem nos próximos três ou quatro anos.

A blockchain Ethereum é usada para é usado para liquidação e compensação, e seus usuários poderão negociar empresas listadas e criptomoedas 24 horas por dia. A bolsa de valores suíça SIX também planeja lançar uma bolsa digital baseada na plataforma Corda Enterprise do consórcio blockchain R3.

De acordo com a Bloomberg, a SprinkleXchange diz que sua abordagem de blockchain pode poupar tempo e custos em comparação com bolsas de valores tradicionais, já que os sistemas principais são automatizados. Wallin disse à Bloomberg:

“Nós temos o luxo de sermos os primeiros, mas estamso cientes de que será um mercado cheio. É como mudar do VHS para o streaming; Netflix fez bem e foi a primeira, mas agora há muitos sites de streaming.”

Empresas com valor de mercado entre US$ 20 milhões e US$ 200 milhões estão sendo estimuladas pela SprinkleXchange para considerar uma listagem, e Wallin diz que as primeiras empresas de uma variedade de setores já expressou seu interesse, incluindo das indústrias imobiliária e de biotecnologia.

A SprinkleXchange está operando como parte de uma sandbox regulatória do Bahrain, e por enquanto tem permissão máxima de 10 empresas.

Em março, o Cointelegraph divulgou que o Bahrain havia convidado empresas indianas para aderir à sua sandbox fintech com objetivo de facilitar o desenvolvimento de tecnologia blockchain na região.

Em fevereiro, a exchainge em conformidade com a sharia, Rain, tornou-se a primeira a completar o sandbox regulamentar do Bahrein.