Bolsa suíça SIX usa Corda Enterprise do R3 para plataforma de negociação baseada em blockchain

A principal bolsa de ações da Suíça, a SIX Swiss Exchange, optou por usar a plataforma Corda Enterprise, do consorcio blockchain R3, em sua próxima exchange digital com blockchain. A notícia foi revelada durante o evento Corda Day, realizado pelo R3 em Cingapura em 6 de março.

A SIX Swiss Exchange tem cerca de 4,62 bilhões de francos suíços (CHF) (por votla de US$ 4,6 bilhões) em volume de negócios diário e tem uma capitalização de mercado de mais de 1,67 trilhão de francos suíços (US$ 1,6 trilhão). Como o Cointelegraph relatou em julho de 2018, a SIX revelou anteriormente seus planos para lançar um ecossistema de ativos digitais batizado de Six Digital Exchange (SDX).

Em fevereiro de 2019, a empresa anunciou que testaria a integração da blockchain para o SDX e usaria a tecnologia para tokenizar ações, títulos e possivelmente fundos negociados em bolsa (ETFs).

O presidente da SIX, Romeo Lacher, disse à época que espera que a nova exchange digital SDX, impulsionada por blockchain, supere o mercado existente da SIX dentro de uma década, e também revelou que a empresa planeja lançar sua própria oferta de token de título.

A Corda Enterprise é a ramificação paga da plataforma blockchain de código aberto Corda, de propriedade do R3 e pode ser usada em aplicativos que incluam infraestrutura de mercados de capital, finanças comerciais, identidade, seguro e outros serviços financeiros ou aplicativos comerciais.

A adoção por um dos principais provedores de infraestrutura do mercado financeiro, como é o caso da SIX, representa uma novidade para a Corda Enterprise, que fez seu primeiro acordo de licenciamento comercial em janeiro de 2019 com o banco internacional holandês ING. O ING havia concluído, em conjunto, a primeira transação em tempo real em títulos usando o código aberto do R3, a Corda, em março de 2018.

Como o Cointelegraph relatou, paralelamente ao desenvolvimento contínuo do SDX, a SIX listou um avançado produto negociado em bolsa (ETP) baseado em diversas criptos no outono de 2018, que rastreia cinco das principais criptomoedas. No início desta semana, também começou a ser negociado negociado o ETP do Ethereum (ETH) da bolsa.