Banco central do Bahrein lança o primeiro cripto exchange que passou por seus regulamentos

Bolsa cripto em conformidade com a sharia sediada no Bahrein, concluiu pela primeira vez a análise de regulamentação do Banco Central do Bahrein (CBB), informou a Gazeta Saudita em 26 de fevereiro.

Rain, que foi fundada em 2016, supostamente se tornou a primeira exchange de moeda digital a completar o essa análise com sucesso. A bolsa teria passado por uma certificação de conformidade com a Shariah hoje, 26 de fevereiro, que foi liderada por uma empresa líder de consultoria e auditoria da Sharia, licenciada pelo banco central do Bahrein, a Shariyah Review Bureau (SRB).

Durante o processo de qualificação, a SRB examinou o serviço de corretagem da Rain e resolveu que os serviços de venda, compra e custódia da bolsa cumprem os princípios da Shariah. A certificação Sharia é atualmente aplicável a três criptomoedas - Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Litecoin (LTC).

No início deste mês, a CBB lançou uma caixa de proteção regulatória para permitir que empresas de blockchain e criptos trabalhassem no país, na pendência de regulamentações formalizadas. A iniciativa está programada para permitir que as empresas "testem sua solução em um número limitado de usuários, com um número limitado de transações". Na época, apenas 28 empresas foram aprovadas para passar pelo teste.

Ontem, a CBB emitiu novos regulamentos de criptomoedas, que dizem respeito a licenciamento, governança, gestão de risco, medidas de combate à lavagem de dinheiro (Anti-Money Laundering - AML) e contra-terrorismo, gerenciamento e segurança cibernética.  

De acordo com o novo regulamento, as exchanges de criptomoedas precisarão ter uma maior diligência na entrada de novos clientes, bem como especificações que garantam que as carteiras de custódia criptografadas seguras sempre serão recuperáveis.

Em julho de 2018, a Stellar supostamente se tornou o primeiro protocolo de contabilidade distribuída a obter a certificação de conformidade da Sharia no campo de transferência de dinheiro e tokenização de ativos.