Perdas da Bithumb totalizaram US$ 180 milhões no mercado de baixa de 2018, relata da empresa

exchange de criptomoedas sul-coreana Bithumb teve uma perda líquida de 205 bilhões de wons (180 milhões de dólares) em 2018 devido ao mercado de baixa do Bitcoin (BTC), informou o jornal local Korea Times em 11 de abril.

Citando dados da operadora da exchange, a BTCKorea.com, a publicação revelou que a Bithumb, a maior exchange da Coreia do Sul, resistiu às grandes perdas, apesar das vendas crescerem 17,5% em relação a 2017.

"Em termos de vendas, vimos um aumento de 17% e continuamos a aumentar os investimentos no exterior", acrescentou um porta-voz em comentários privados.

O desempenho da Bithumb segue em linha com outras perdas semelhantes na indústria de criptomoeda, que aceitou as dores de crescimento com Bitcoin mantendo seu já recorde mercado de urso ao longo do ano passado.

Como o Cointelegraph relatou, outras empresas no espaço, como a gigante de mineração Bitmain e a fabricante de hardware Nvidia, também relataram um desempenho frágil devido às condições de mercado.

Em agosto, os problemas da Bithumb foram agravados quando uma violação de segurança resultou na perda de fundos no valor de 35 bilhões de won (US$ 30 milhões), enquanto no mês passado outros 14 bilhões de won (US$ 12 milhões) desapareceram em um suposto insider job. Ao mesmo tempo, a Bithumb anunciou uma série de importantes cortes de pessoal.

A plataforma confirmou formalmente que estava realizando uma auditoria externa na quinta-feira, assegurando aos usuários que seus fundos estavam sendo mantidos em carteiras de armazenamento a frio e que as recentes perdas foram limitadas à moeda de propriedade da exchange.