Reportagem: Grande exchange cripto sul-coreana Bithumb vai demitir até 50% de sua equipe

A importante exchange cripto sul-coreana Bithumb supostamente vai cortar até 50% de sua força de trabalho, afirmou uma reportagem da CoinDesk Korea em 18 de março.

Segundo a reportagem, um funcionário não identificado confirmou que a exchange reduzirá seu pessoal de 310 pessoas (no início de março) para cerca de 150 e está oferecendo um plano de demissão voluntária e treinamento de apoio aos funcionários:

“A demissão voluntária faz parte do nosso programa de apoio a ex-funcionários e tem como objetivo fornecer assistência e treinamento para colocação profissional. Além disso, o volume de negócios [da Bithumb] caiu em comparação com o ano anterior, [portanto] estamos tentando providenciar medidas internas. Continuaremos a adicionar pessoal necessário para vários novos negócios”.

Até o momento desta publicação, a Bithumb não respondeu ao pedido de comentários da Cointelegraph.

Em meio ao inverno cripto, o movimento da Bithumb para reduzir sua contagem foi precedido por uma série de outras empresas no setor; a gigante de mineração Bitmain, a gigante do software blockchain ConsenSys, a rede social descentralizada Steemit e as exchanges cripto Coinsquare e Huobi estão entre as que fizeram cortes significativos nos últimos meses.

De acordo com a CoinMarketCap (CMC), a Bithumb viu cerca de US $ 1,3 bilhão em negociações ao longo das 24 horas anteriores ao tempo de impressão. A bolsa foi removida da classificação de câmbio global da CMC em janeiro de 2018, devido à preocupação do site com a suposta “divergência extrema nos preços em relação ao resto do mundo” na plataforma e em suas outras bolsas sul-coreanas.