Bitfury faz parceria com centro financeiro do Cazaquistão para cooperação em projetos blockchain

A Bitfury, gigante da tecnologia blockchain, fez uma parceria com um importante centro financeiro do Cazaquistão para aplicar a tecnologia em vários setores, informou o jornal apoiado pelo governo local The Astana Times em 21 de maio.

Com sede em Nur-Sultan, a recém-renomeada capital do Cazaquistão, o Astana International Financial Centre (AIFC) aplicará a expertise blockchain da Bitfury na criação de projetos e na promoção de novas startups em escala global.

Por sua vez, a Bitfury planeja lançar centros de dados no Cazaquistão para ganhar exposição e cooperar com a administração da cidade de Nur-Sultan, bem como apoiar o desenvolvimento e a promoção da tecnologia de ledger distribuído (DLT) na região. A empresa blockchain também planeja abrir cursos de educação e treinamento na plataforma do Escritório de Desenvolvimento Profissional Contínuo da AIFC, observa a reportagem.

Timur Bairov, chefe do Grupo Bitfury para o Cazaquistão, disse que a Bitfury já "mostrou seu forte compromisso com a educação e o acesso igual à tecnologia" via blockchain na Geórgia e na Ucrânia.

Fundada em 2015, a AIFC está supostamente posicionada como um centro financeiro para os países da Ásia Central, Cáucaso, União Econômica da Eurásia, Oriente Médio, China Ocidental, Mongólia e Europa.

Em abril, a Bitfury se associou a uma empresa de investimentos suíça para criar um fundo de mineração de Bitcoin para investidores institucionais, recebendo aprovação regulatória do fundo.