Especial de Natal Bitcoin: 2017 foi uma corrida louca e parece que teremos um 2018 agitado

A época festiva está em pleno andamento e aqueles que comemoram o Natal desfrutaram de ceias com peru, presentes sob a árvore e longos especiais de Natal na TV. Mas para muitos de nós envolvidos no mundo das criptomoedas, esse foi um Especial de Natal que nunca vamos esquecer.

Novembro foi um mês extraordinário, quando o Bitcoin destruiu barreira após barreira no caminho para a marca de marca de US $ 11 000. Apesar das múltiplas correções uma vez ou outra, a moeda virtual recuou da volatilidades no preço.

Alguns chamaram de bolha, outros disseram que era apenas a ponta do iceberg, mas ninguém previu a loucura desenfreada que tomaria conta do Bitcoin nas semanas anteriores ao Natal.

Lançamento de futuros do Bitcoin

No mês passado, o preço do Bitcoin reagiu fortemente às notícias de que tanto a Chicago Mercantile Exchange (CME) quanto a Chicago Board Options Exchange (CBOE) planejavam lançar futuros de Bitcoin - o que acabou por levar a uma corrida de touro imparável. Ambas as bolsas bem populares lançaram com sucesso suas novas ofertas e, em ambos os casos, o preço do Bitcoin reagiu favoravelmente, embora o lançamento da CME uma semana após o da CBOE tenha afetado muito menos o preço da Bitcoin.

O sentimento geral antes do lançamento dos futuros era que as instituições financeiras atuais que negociassem abertamente no mercado de Bitcoin fariam com que uma maior corrente de dinheiro fluísse para o Bitcoin, fazendo com que o preço crescesse. Na verdade, foi exatamente isso que aconteceu - por um tempo. Mas pouco depois de o Bitcoin atingir a portentosa marca de US $ 20 000, o mercado sofreu uma grande correção, caindo para pouco menos de US $ 11 000 na sexta-feira, 22 de dezembro.

Mas não foi só o Bitcoin que passou por essa dificuldade, já que todo o mercado de criptomoeda teve perdas, com a capitalização de mercado combinada do setor US $ 200 bilhões em um único dia.

Coinbase e Litecoin

Outra coisa que pegou todo mundo desprevenido e que teve algum efeito no mercado foi o anúncio surpresa de que a Coinbase estava iniciando a negociação da Bitcoin Cash na plataforma. Isso fez o preço do Bitcoin Cash disparar, mas a integração logo foi arruinada pelo escândalo.

A Coinbase teve que suspender pedidos de compre e venda em sua casa de câmbio GDAX por causa da significativa volatilidade. Um dia depois, a empresa confirmou que também investigaria as alegações de uso de informação privilegiada por parte de funcionários, que estavam proibidos de negociar o Bitcoin Cash antes do do lançamento.

Enquanto isso, o fundador da Litecoin, Charlie Lee, fez dois movimentos polêmicos. Primeiro ele tuitou sua crença de que um mercado de urso de vários anos estava se aproximando e que poderia fazer o Litecoin baixar até US $ 20.

Ok, desculpe estragar a festa, mas preciso controlar um pouco os ânimos. Comprar LTC é extremamente arriscado Prevejo que teremos vários anos de retração no mercado, assim como o que acabamos de ter em que o LTC desvalorizou 90% (de US $ 48 para US $ 4). Então, se você não puder lidar com o LTC caindo para US $ 20, não o compre!

Aproximadamente uma semana depois de expressar suas opiniões sobre o futuro do Litecoin, Lee vendeu ou doou todos os seus Litecoins, citando um conflito de interesses. O anúncio de Lee tornou-se notícia nacional, com mídias como CNBC, Fortune, Forbes e outras relatando o fato. No entanto, o The Verge tem questionado os motivos de Lee, sugerindo que, para o fundador de uma moeda vender todas suas participações nela, parece indicar uma falta de confiança em seu futuro.

O Litecoin também sofreu uma queda no preço de seu recente pico de todos os tempos de US $ 360 para se acomodar em cerca de US $ 280 no horário deste artigo.

Luz no fim do túnel?

Ver o Bitcoin caindo de cabeça de US $ 20 000 foi um achado - e as plataformas de redes sociais foram inundadas com todo tipo de memes, em meio a sentimentos positivo e negativo. Muitos eram inflexíveis e iriam "hodl", enquanto outros entraram em pânico e procuravam conselhos.

O conhecido engenheiro de Blockchain, Jameson Lopp, resumiu o humor perfeitamente neste tuíte:

Coisas boas vêm para aqueles que HODL   H/T @thecryptopher

Embora ainda haja muita volatilidade no mercado, Bitcoin, Ethereum e outras altcoins parecem ter se estabilizado depois do que corretamente foi apelidado de "Grande Correção de 2017".

O que sabemos é que 2018 tem muita coisa reservada para o mercado de criptomoeda. O CEO da Coinbase, Brian Armstrong, disse em novembro que uma série de investidores institucionais esperavam investir em Bitcoin e outras criptomoedas. No entanto, a falta de confiança nos atuais prestadores de serviços de câmbio levou muitos a acreditarem que não poderiam arriscar o dinheiro de seus clientes.

Ele estimou que pelo menos US $ 10 bilhões estão prontos para serem investidos no mercado. Mike Novogratz tem rezado na mesma cartilha - dizendo que "o rebanho está chegando" em relação ao mix de sentimentos das instituições financeiras convencionais em relação às criptomoedas.

Todavia, após a recente volatilidade, Novogratz decidiu adiar o lançamento de um fundo de US $ 500 milhões que ele estava preparando.

Os livros de história nos dirão que a CBOE e a CME foram as primeiras bolsas comerciais a investir dinheiro ativamente no mercado de criptomoeda. A Nasdaq não está muito atrás, tendo em vista seus planos para lançar futuros no próximo ano.

E, em meio à carnificina de uma queda livre do mercado de criptomoeda, o gigante bancário Goldman Sachs está planejando lançar uma plataforma de negociação de criptomoeda até metade de 2018. Seria o primeiro grande banco de investimento de Wall Street a negociar ativamente moedas virtuais.

Aperte os cintos

Considerando que o Bitcoin cresceu mais de 1 000% em 2017, qualquer coisa poderia ser possível nos próximos 365 dias. Está claro que muitas instituições financeiras avaliaram a subida e o estabelecimento das criptomoedas e estão procurando entrar no mercado. Quem não fizer isso corre o risco de ficar para trás.

Analistas financeiros, especialistas em Blockchain e especialistas em criptomoeda estão preparando um próximo ano empolgante. Com tanta coisa planejado, uma coisa é certa: a moeda digital veio para ficar.


Siga-nos no Facebook