Bitcoin Banco acumula mais de 20 processos, reclamações e bloqueio de bens e alega estar resolvendo problemas

O Grupo Bitcoin Banco, que possui diversas plataformas de negociação de criptomoedas no Brasil, vem passando por uma série de dificuldades. Um levantamento feito pelo Cointelegraph apurou que as empresas do GBB tem, atualmente, cerca de 26 processos abertos exigindo diferentes valores. Em alguns dos processos abertos o GBB já saiu vitorioso enquanto em outros já teve deteminações contrárias ao Grupo.

Todos os processos ainda estão na primeira instância e qualquer decisão pode ser revista ainda na instância atual ou quando o processo 'subir' para as instâncias superiores. Atualmente o Grupo tem dois bloqueios judiciais que, somados, chegam a quase R$ 7 milhões.

A grande maioria dos processos tem como causa o atraso que as plataformas do grupo tem apresentado para realizar saques dos usuários, problema que persiste desde metade do mês de maio e, segundo a empresa, o problema ocorre por conta de atividades maliciosas que ocorream na plataformas do Grupo.

Valendo-se de uma brecha na plataforma das exchanges, um suposto grupo de clientes duplicou os saldos de suas contas e efetuou saques indevidos, de dinheiro que não existia, num golpe que pode alcançar os R$ 50 milhões. Até o momento, mais de 3 milhões de registros sobre operações de compra e venda de criptomoedas foram analisados.

Cerca de 19.896 transações suspeitas de fraude foram indificadas. Como consequência da investigação, às 16h de segunda-feira (3) foram bloqueadas 2.568 contas suspeitas e os CPFs  correspondentes a essas contas foram informados à Delegacia em que corre o inquérito, assim como todas as demais informações apuradas.

Isso contudo não impediu a insatisfação dos clientes que tem usado as redes sociais para protestar contra os atrasos. O site Reclame Aqui lista quase 1 mil reclamações, sendo que 152 ainda estão sem respostas. 

Em sua defesa o GBB salienta que não nega atendimento aos usuários e que sempre tem buscado uma solução mesmo com os problemas que aferam a empresa.

"nunca negou atendimento a seus usuários, priorizando sempre o bom relacionamento. Mesmo diante dos ataques lançados contra a plataforma, a equipe primou pela excelência no atendimento e pela resolução de conflitos. A direção do GBB também tem estado sempre à disposição para atender seus clientes e promover solução a todas as situações levantadas por aqueles que nele confiam seus investimentos. Além disso, o GBB já está atuando fortemente para solucionar a questão levada a juízo, e não medirá esforços para corrigir qualquer equívoco que eventualmente tenha sido vivido pelo cliente"