Binance faz parceria com a empresa de análise blockchain CipherTrace para aprimorar combate à lavagem de dinheiro

A terceira maior exchange de criptomoedas do mundo por volume ajustado, a Binance, anunciou uma parceria com a CipherTrace, empresa de análise blockchain, em um post publicado nesta quinta-feira, 11 de abril.

De acordo com o anúncio, a parceria visa fortalecer o compliance regulatório da empresa, aprimorando suas medidas de combate à lavagem de dinheiro (AML). O post afirma que a CipherTrace também atende reguladores, instituições financeiras e auditores. O Cointelegraph informou em março que a Autoridade de Serviços Financeiros de Malta nomeou a empresa para monitorar a atividade das empresas de criptomoedas locais.

O CEO da CipherTrace, Dave Jevans, é citado no anúncio enfatizando a importância da transparência na conquista de confiança no mercado.

No final de janeiro, a CipherTrace divulgou um relatório afirmando que cerca de US$ 1,7 bilhão em criptomoedas foram obtidos por meios ilícitos em 2018, dos quais mais de US$ 950 milhões foram roubados das exchanges de criptomoedas, representando um aumento de 3,6 vezes em relação a 2017.

Changpeng Zhao, CEO da Binance, revelou recentemente que a empresa lançará sua plataforma de negociação descentralizada no final deste mês.

Hoje, a exchange de criptomoedas Bithumb da Coreia do Sul anunciou que conduziu uma auditoria externa profissional de seus fundos depois de ter perdido cerca de 14 bilhões de won (US$ 13 milhões) há duas semanas em um evento que os executivos acreditam ter sido idealizado por alguém com acesso a informações internas.