Urgente: Deputado Aureo Ribeiro protocola oficialmente pedido para abertura de CPI das criptomoedas voltada para pirâmides financeiras

O Deputado Federal Aureo Ribeiro, autor do PL 2303/2015, que pede a regulamentação de Bitcoin e criptomoedas no Brasil, protocolou hoje, 16 de outubro, o pedido de abertura da CPI das criptomoedas, segundo declaração feita durante Audiência Pública sobre o PL realizada na Câmara dos Deputados.

Ribeiro afirmou que o objetivo da CPI é apurar supostos golpes e pirâmides financeiras que vem declarando que realizam operações com criptomoedas, quando, em verdade, estão apenas realizando crimes contra a economia popular e lesando clientes em todo o Brasil.

O Deputado destacou que o problema das pirâmides financeiras baseadas em criptomoedas vem atingindo o Brasil inteiro e que o projeto da CPI recebeu bastante atenção tanto dos deputados quando de cidadãos no Brasil.

"É assustador o número de fraudes envolvendo Bitcoin e criptomoedas. Abrimos uma aba em nosso site para que pessoas que tiveram problemas com pirâmides financeiras contassem seus casos e recebemos um volume absurdo de relatos e solicitações de consumidores lesados em todo o Brasil (...) por isso estamos protocolando agora este pedido de abertura de CPI (...) até mesmo onde nasci, em Gramacho, Duque de Caxias fui abordado por um frentista que me contou ter perdido cerca de R$ 17 mil em uma destas pirâmides financeiras", declarou.

O projeto de CPI das Criptomoedas de Ribeiro teve a assinatura de mais de 234 parlamentares, 63 a mais do número necessário para abertura da medida. Segundo levantamento feito pelo Cointelegraph, empresas como Unick Forex e Investimento Bitcoin também devem entrar na investigação, caso ela seja aprovada.

Aureo ainda declarou "Temos recebido tantos relatos que o relator da CPI terá um trabalho gigante (...) Quem tiver algum problema pode acessar o nosso site: www.deputadoaureo.com.br, acessar a aba indicada e fazer sua denúncia sobre pirâmides financeiras com criptomoedas", declarou.

A partir do protocolo do Deputado, feito hoje, o pedido ainda precisa ser aprovado pelos Deputados, no entanto, dado a receptividade apresentada por Aureo, a abertura da CPI não deve encontrar problema.

Como noticiou o Cointelegraph, sócios da suposta pirâmide financeira, Wolf Trade Club estão sendo presos, hoje, 16 de outubro, em Curitiba, por conta de operações da Polícia Civil do Estado que também está cumprindo mandados de busca e apreensão de bens da empresa. No total são cerca de 20 mandados sendo executados.

A empresa que já tinha sido proibida de atuar no Brasil pela Comissão de Valores de Valores Mobiliários (CVM), por meio da Deliberação CVM 822, oferecei rendimentos de até 3% ao dia. Embora uma matéria mais cedo do Cointelegraph não tenha revelado as operações da empresa, a WTC não afirmava realizar operações com Bitcoin criptomoedas.