Análise: Hackers liquidam US$ 3,2 milhões em tokens roubados da Cryptopia

US $ 3,2 milhões em tokens foram roubados da Cryptopia, uma exchange de criptomoedas sediada na Nova Zelândia, foram liquidadas em grandes exchanges de criptomoedas, de acordo com um tweet da Elementus, empresa de análise de blockchain, em 4 de fevereiro.

O roubo, aparentemente a primeira grande falha na segurança em 2019, foi anunciado pela plataforma em 15 de janeiro. A exchange informou que o hack ocorreu em 14 de janeiro. A Cryptopia inicialmente disse aos usuários que estava passando por manutenção não programada, emitindo várias atualizações antes. oficialmente relatando a violação.

Em 20 de janeiro, a Elementus informou que até US$ 16 milhões em tokens Ethereum (ETH) e ERC20 foram roubados. O ataque continuou por duas semanas após a violação inicial, já que a bolsa não recuperou o controle de suas carteiras. Hackers roubaram 1.675 ETH adicionais (US$ 175.875) de 17.000 carteiras da Cryptopia, a Elementus informou que, dentre as 17.000 carteiras afetadas, 5.000 foram esvaziadas quando a plataforma foi violada pela primeira vez, mas posteriormente recarregadas.

De acordo com o Elementus, em 4 de fevereiro, os hackers liquidaram US$ 3,2 milhões dos tokens roubados nas principais bolsas, com a maioria dos fundos passando pela Etherdelta, Binance e Bitbox.

Value of liquidated tokens as of Feb

Value of liquidated tokens as of Feb. 2 Source: Elementus

Após o anúncio do hack de 15 de janeiro, a Cryptopia informou agências governamentais e autoridades como a Unidade de Crimes de Alta Tecnologia e a Polícia da Nova Zelândia, que declaradamente abriram uma investigação após considerarem o incidente um grande crime.