'Embaixador do Turismo' do Brasil, Ronaldinho Gaúcho é acusado de promover pirâmide cripto

O craque do futebol brasileiro e ex-melhor jogador do mundo Ronaldinho Gaúcho mais uma vez se vê mais uma vez envolvido com um produto de investimentos acusado de fraudes. Depois de uma criptomoeda fracassada, desta vez Ronaldinho é acusado de participar de uma pirâmide financeira, segundo o portal BehindMLM.

Segundo o site, a empresa 18K Ronaldinho, com sede em Miami (EUA), se apresenta como marketing multinível, com um "clube de afiliados", reunindo investidores que conforme trouxessem mais pessoas para o investimento iriam subindo posições e obtendo mais retorno.

A empresa seria operada por Marcelo Marcelino, que se apresenta como CEO e fundador da empresa. "Quando eu visitei o site da 18K Ronaldinho pela primeira vez, pensei que fosse algum tipo de brincadeira", escreve o autor do post.

Segundo ele, Ronaldinho parece estar envolvido ativamente com a marca como embaixador. "Isso é um desastre para as relações públicas de Ronaldinho, [...] pertencer a um esquema pirâmide", completa o texto.

O empreendimento teria entrado em colapso recentemente, como evidenciado pelo domínio do site, agora à venda. A 18K Ronaldinho diz em seu material de divulgação que gera seus retornos através de "operações de negociação de criptomoedas, arbitragem e bolsa de valores", mas não há evidências de que 18K Ronaldinho participe de alguma dessas atividades.

Além disso, nem Marcelo Marcelino, Ronaldinho Gaúcho ou 18K Ronaldinho estão registrados na SEC dos EUA para oferecer valores mobiliários, o que significa que a empresa, Marcelino e Gaúcho estão cometendo fraude de valores mobiliários com o empreendimento. O empreendimento também não tem registro junto à Comissão de Valores Mobiliários do Brasil.

O jogador está impedido de deixar o Brasil devido a uma condenação por crime ambiental, mas responde a diversas outras acusações na justiça brasileira. Mesmo sem passaporte, Ronaldinho foi nomeado 'Embaixador do Turismo' pela Embratur na semana passada.