US$ 800 em Bitcoin compram US$ 10.000 em dinheiro vivo na Dark Web em uma lavagem de dinheiro de porteira fechada

Pesquisadores de segurança identificaram uma nova tendência lucrativa e ilícita do Bitcoin (BTC) para conversão de dinheiro em suas análises de dezenas de mercados e fóruns da dark web.

Os golpistas financeiros estão vendendo dinheiro vivo por apenas 10 a 12 centavos de dólar por dólar a compradores dispostos a fornecer uma taxa pré-paga em Bitcoin, de acordo com o novo Relatório do Mercado Negro do terceiro trimestre de 2019 da Unidade de Resistência a Ameaças da Armour.

Driblando riscos

O esquema de lavagem de dinheiro em dinheiro para Bitcoin funciona da seguinte maneira: os cibercriminosos oferecem pacotes de dinheiro - normalmente de US$ 2.500 a US$ 10.000 - em troca de uma taxa de 10 a 12% a ser paga em Bitcoin.

Depois que o comprador transfere a criptomoeda, ele fornece detalhes da conta bancária, PayPal ou Western Union para onde o dinheiro deve ser enviado.

Como um serviço extremamente simples e pronto para uso, esse acordo não apenas oferece aos compradores retornos altíssimos em suas compras ilícitas, mas elimina a necessidade de uma mula de dinheiro ou o risco de entrar em contas comprometidas.

Como descreve o relatório, as mulas monetárias são agentes que transferem fundos ilícitos entre contas em troca de uma taxa de 10 a 20% do valor. Esses atores normalmente abrem contas bancárias comerciais caras para evitar o desencadeamento de alertas de fraude ou chamar atenção indesejada ao realizar grandes volumes.

Notavelmente, esse esquema de conversão de dinheiro em Bitcoin beneficia os vendedores que vendem fundos roubados devido ao fato de que eles evitam tomar posse dos fundos e simplesmente transferi-los - colocando o ônus do risco no comprador criminoso.

Uma oferta altamente atraente

Como Chris Hinkley, chefe da equipe TRU da Armour, observa:

"Para os golpistas que não possuem as habilidades técnicas e uma rede robusta de mulas monetárias para monetizar credenciais de conta bancária ou cartão de crédito on-line, esta é uma oferta que pode ser muito atraente [...]. Este serviço inteligente oferece a eles um adicional canal para monetizar as grandes quantidades de dados financeiros disponíveis no subsolo".

Como relatado anteriormente, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou recentemente que o dinheiro não é lavado na mesma medida que o Bitcoin, declarando que o governo pretendia impedir que a criptomoeda se tornasse o "equivalente a contas bancárias numeradas suíças".

Os repórteres responderam com algum ceticismo à posição de Mnuchin, brincando em resposta que seu argumento era essencialmente - e um tanto ilógico - que:

“O sistema existente nunca foi usado para atividades ilícitas, mas vamos garantir que a cripto não seja usada para atividades ilícitas como o sistema atual. Pegou essa?"