Z.ro Bank, fintech brasileira de pagamento com Bitcoin, pode ganhar financiamento da Visa

A fintech brasileira Z.ro Bank, que oferece serviços de pagamento com Bitcoin e criptomoedas pode ganhar um importante financiamento da gigante mundial de cartões de crédito, Visa, segundo um comunicado de imprensa compartilhado com o Cointelegraph em 17 de setembro.

 

Segundo o comunicado, a fintech participa da terceira edição do Visa Everywhere Initiative da América Latina e Caribe, iniciativa de financiamento da Visa que seleciona startups para acelaração. Na edição deste ano a Visa selecionou 12 startups como finalistas do programa, que irão participar de uma imersão de cinco semanas em Miami, nos Estados Unidos, no final do ano.

 

Dentre elas está a fintech Z.ro Bank, que possibilita pagamentos instantâneos em criptomoedas e está desenvolvendo um banco digital em blockchain.

"É uma honra para nós participar desse processo e ajudar na potencialização das sinergias e complementaridades entre o mundo das criptomoedas e blockchains com os sistemas de pagamentos convencionais", explica Marco Carnut, CTO da Z.ro Bank.  

A iniciativa da Visa tem como objetivo identificar e acelerar fintechs em fase de crescimento na região, além de potencializar as interações comerciais entre as startups, a Visa e seus clientes por meio de programas piloto e provas de conceito.

Para a processo seletivo, foram lançados três desafios com a finalidade de encontrar as soluções mais inovadoras para transformar os pagamentos digitais e e-commerces. O projeto da Z.ro Bank contribui com o primeiro desafio estabelecido: expandir o acesso e a aceitação dos pagamentos digitais. 

Depois de receber mais de 190 inscrições, 24 startups foram selecionadas para participar de workshops de inovação colaborativa, que ocorreram em agosto na Cidade do México, Bogotá, Buenos Aires e São Paulo. Nos eventos, a Visa reuniu startups, bancos, comerciantes e outras corporações para trabalhar em conjunto nos desafios propostos. Assim, criou um ambiente de colaboração entre as diferentes organizações do ecossistema financeiro. 

A partir dos workshops foram selecionadas as 12 finalistas. Dentre elas, três são brasileiras: Z.ro Bank, Dindin e Zen Finance. Também participam da última etapa três startups argentinas (Druber, Facenote e Pareto), três colombianas (Peiky, Tiendapp e Zinobe), duas mexicanas (Flexio e Kublau) e uma guatemalteca (Pagalo). O ganhador da iniciativa será selecionado durante o evento FINNOSUMMIT Miami, no dia 4 de dezembro, e receberá um prêmio de 50 mil dólares.

Como noticiou o Cointelegrah, em relação a pagamentos com Bitcoin, uma parceria entre a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Mobilidade e Transportes e pela São Paulo Transportes, junto com a Visa permite o pagamento, com cartão de débito, crédito e pré-pago, em cerca de 200 ônibus de 12 linhas da cidade de São Paulo;

Por meio desta parceria também será possível usar Bitcoin para pagamentos no transporte público da cidade usando o cartão da fintech Alterbank que opera cashout da criptomoeda em um cartão da gigante de crédito. Para os turistas o cartão da principal exchange americana, Coinbase, também permite o pagamento das linhas que integram o projeto.