Piora na guerra comercial EUA-China está por trás do aumento do preço do BTC, diz CEO do Digital Currency Group

O CEO de uma empresa de criptomoedas sugeriu que o recente aumento no preço do Bitcoin (BTC) poderia estar ligado à guerra comercial entre China e Estados Unidosinformou a Fortune em 20 de maio.

Em uma entrevista, o fundador do Digital Currency Group, Barry Silbert, observou como a aceleração do BTC coincidiu com a ruptura das negociações entre Pequim e Washington.

O defensor da cripto disse que o Bitcoin está provando ser um refúgio seguro para os investidores em momentos de drama na economia global - e citou outros exemplos onde o valor do BTC subiu à medida que os mercados acionários tradicionais tomavam uma queda. Silbert acrescentou:

“Se você observar os últimos cinco anos - quando aconteceu o Brexit, o Bitcoin subiu. Quando Grexit aconteceu, o Bitcoin subiu.

No entanto, dada a volatilidade que os mercados de cripto experimentaram nos últimos dois anos, o executivo reconheceu que haveria casos em que os preços do BTC foram afetados por causa de eventos macroeconômicos.

A guerra comercial entre EUA e China fez com que as duas superpotências entrassem num fogo cruzado em tarifações nos produtos de cada um, tornando os bens cotidianos mais caros para os consumidores.

No início de maio, uma das subsidiárias do Digital Currency Group, a Grayscale Investments, lançou uma campanha publicitária pedindo aos investidores que deixassem o ouro e adotassem o Bitcoin.