Viúva do fundador da QuadrigaCX entrega mais de US$ 9 milhões em ativos aos usuários

Robertson devolve a maioria de seus ativos

Em 7 de outubro, Jennifer Robertson anunciou em uma declaração pessoal, publicada pela Coindesk, que iria transferir a grande maioria dos seus ativos - anteriormente avaliados em cerca de US$ 9 milhões - para a EY Canadá. A consultoria atuou como administradora de falências da QuadrigaCX, durante suas audiências de insolvência. Robertson afirmou:

"Agora, celebrei um acordo voluntário de liquidação em que a grande maioria dos meus ativos e todo o patromônio da empresa, estão sendo devolvidos à QCX, para beneficiar os clientes afetados ".

Em seu comunicado, Robertson disse que está firmando um acordo voluntário, devolvendo a maioria de seus ativos e todos os bens da falida empresa ao administrador e às vítimas financeiras da QuadrigaCX.

Robertson explica que ela teve a impressão de que todos os seus ativos foram comprados com os lucros, salários e dividendos legítimos do marido, acrescentando:

"Fiquei chateada e desapontada com as atividades, tal como reveladas pela investigação, quando soube delas pela primeira vez, e continuo a estar à medida que concluímos este acordo."

Receita Federal do Canadá audita QuadrigaCX

O Cointelegraph informou, em setembro, que a QuadrigaCX está sendo auditada pela Agência de Receita do Canadá, a autoridade tributária do país, que solicitou as declarações fiscais de 1 de outubro de 2015 a 30 de setembro de 2018.

No ano passado, a exchange se envolveu em um longo processo judicial com seus credores, alguns dos quais especularam muito sobre o destino da criptomoeda perdida, com alguns se perguntando se Cotten está mesmo morto.