Quem tem mais escalabilidade? Conheça o progresso das blockchains na corrida das transações por segundo

Representantes do projeto de código aberto da Qtum afirmam que a blockchain da empresa, apelidada de "QtumX", pode acomodar "mais de 10.000" transações por segundo (TPS), de acordo com um comunicado compartilhado recentemente com o Cointelegraph.

Com mais um jogador na corrida da escalabilidade, vale olhar para trás e ver como estão as blockchains e as principais criptomoedas em relação ao TPS - e se seus números são realmente autênticos.

Velocidade das transações: qual a importância disso?

A escalabilidade é um dos principais problemas das criptomoedas, especialmente quando se trata das moedas mais antigas. De fato, um dos primeiros comentários públicos sobre o white paper do Bitcoin (BTC) começava da seguinte forma: “Nós precisamos muito desse sistema, mas da maneira como eu entendo a sua proposta, ele não parece se adaptar ao tamanho necessário."

Dez anos depois, o problema ainda persiste - a blockchain original pode processar apenas cerca de sete TPS, o que trouxe terríveis consequências. No final de 2017, os usuários do Bitcoin tiveram que pagar cerca de US$ 28 em taxas para que suas transações não levassem dias para serem concluídas. Esses problemas resultaram em um hard fork e uma nova moeda baseada em Bitcoin, o Bitcoin Cash (BCH), avançou com o objetivo de aumentar o tamanho máximo do bloco de, apenas um, para até oito megabytes.

Muitas outras e mais novas criptomoedas tentaram criar suas próprias blockchains, que seriam supostamente mais rápidas e baratas. O principal objetivo era vencer o maior inimigo das cripto: o sistema global de pagamentos centralizado da Visa, que pode processar 24,000 TPS, de acordo com o estudo da IBM realizado em 2010. Muitas blockchains já ultrapassaram esse ponto durante sua corrida de escalabilidade, mas apenas no papel. .

É importante reconhecer que, embora o TPS, o tempo de confirmação e a escalabilidade em geral possam ser importantes para a tão esperada adoção em massa das criptomoedas, eles não são os únicos critérios. Muitas criptos afirmam já ter um alto desempenho de TPS, mas a velocidade das transações é normalmente difícil de se medir - especialmente com tráfego em tempo real e sem redes de testes com condições ideais em termos de latência. Como resultado, muitos dos TPS reivindicados são diferentes de seu valor real.

Além disso, mesmo com um TPS alto, a demanda pode não estar lá. Isso foi claramente visualizado no site do Txstreet, onde cada transação é retratada como uma pessoa que preenche um lugar em um ônibus, representando os espaços nos blocos do BTC e do BCH. O BCH tem mais ônibus - já que seu tamanho de bloco é maior - mas há poucos passageiros para enchê-los. Pelo contrário, enquanto há apenas dois ônibus para o BTC, eles se enchem rapidamente, e muitas pessoas ficam na calçada, esperando para entrar no próximo bloco. Até mesmo a Visa, mencionada acima, que tem capacidade para operar 24,000 TPS, possui média de apenas 2,000 TPS e até 4.000 nos horários de pico - em outras palavras, não é necessária mais capacidade neste momento.

Transaction Speed of Various Blockchains

Qtum

Capacidade de TPS reivindicada: 10.000

Os desenvolvedores do Qtum recentemente executaram o benchmark da blockchain no servidor virtual Amazon EC2 e, de acordo com suas próprias estimativas, o QtumX “é capaz de lidar com mais de 10.000 TPS”. Eles enfatizam que, devido à alta velocidade, as transações são supostamente confirmadas assim que são enviados para a rede.

É importante notar que o QtumX não foi auditado por terceiros e, portanto, é impossível confirmar a autenticidade do comunicado da empresa neste momento. Semelhante ao QtumX é o Aelf, outra solução blockchain orientada para negócios, cuja equipe de desenvolvimento relatou ter atingido até 15.000 TPS durante testes iniciais em agosto de 2018.

Ripple

Capacidade de TPS reivindicada: 50,000 (estimada: 1,500)

De acordo com o Ripple, o XRP, ativo digital usado no sistema de pagamentos transfronteiriço da empresa, “lida consistentemente com 1,500 transações por segundo”. Além disso, leva apenas cerca de quatro segundos para os pagamentos serem liquidados e pode chegar a até 50.000 TPS "manuseando a mesma taxa de transferência que a Visa."

No entanto, ao contrário da maioria das outras moedas mencionadas neste artigo, o Ripple não tem uma blockchain. Para isso, a empresa possui sua própria tecnologia patenteada: o algoritmo de consenso do protocolo Ripple. Consequentemente, o XRP foi desconsiderado como criptomoeda por parte da comunidade das criptos.

Ethereum

Capacidade de TPS reivindicada: 15

O Ethereum (ETH) tem baixa escalabilidade, mesmo com uma grande quantidade de mineradores: atualmente, sua blockchain acomoda cerca de 20 TPS. No entanto, é provável que a situação mude quando o ETH migrar do algoritmo de proof-of-work (PoW) para o proof-of-stake (PoS).

Isso supostamente será implementado no novo protocolo chamado 'Casper - Friendly Finality Gadget', que também usará sharding (método para particionar dados) no PoS. O Cointelegraph cobriu o protocolo com mais detalhes em um artigo específico.

No entanto, os desenvolvedores do Ethereum não conseguiram executar os upgrades no tempo previsto. Mais recentemente, eles remarcaram o hard fork do Constantinopla para o final de fevereiro, após encontrar uma vulnerabilidade horas antes do lançamento original. Portanto, não está claro quando exatamente o Casper será introduzido. A expectativa dos seus desenvolvedores é que o protocolo possa funcionar ainda este ano.  

EOS

Capacidade de TPS reivindicada: 3,996 (estimada: 50)

Em julho de 2018, o diretor de tecnologia da EOS, Daniel Larimer, twittou que sua criptomoeda tinha performance de 2.351 TPS. Alguns meses depois, a empresa de testes de blockchain Whiteblock publicou os resultados do “primeiro teste de benchmark independente do software EOS”. O relatório mostrou que em “condições reais” de latência ida e volta e 0,01% de perda de pacotes, o desempenho do EOS estava abaixo 50 TPS, “colocando o sistema próximo ao desempenho que existe no Ethereum”.

Mais tarde, a EOS Alliance, uma organização sem fins lucrativos formada por membros da comunidade EOS e desenvolvedores da blockchain, publicou uma resposta assinada por seu diretor executivo interino, Thomas Cox, critincando o “artigo provocativo” do Whiteblock, observando que a empresa de benchmarking “recrutou apenas pessoas do Ethereum para o projeto”.

Stellar

Capacidade de TPS reivindicada: 1,000

Stellar (XLM) é uma tecnologia de pagamentos criada no protocolo Ripple. No entanto, diferentemente de sua empresa matriz, a Stellar pretende trabalhar com mercados em desenvolvimento em vez de sistemas bancários e outros institutos financeiros bem estabelecidos.

A Stellar reportou ter diferentes TPS. De acordo com um funcionário da Light Year, uma rede alimentada pela Stellar, sua blockchain pode processar até 1.000 TPS. No entanto, de acordo com o principal executivo do Barclays África para bancos e investimentos corporativos, Stephen van Coller, um teste do protótipo da Stellar mostrou que a plataforma poderia processar 36 milhões de transações por hora usando servidores em nuvem do Google, que têm capacidade de torno de cerca de 10.000 TPS.

Litecoin

Capacidade de TPS reivindicada: 56

O Litecoin (LTC) tem registros de suportar 56 TPS em sua blockchain. No entanto, como Charlie Lee, criador do Litecoin, observa, o protocolo Lightning Network poderia aumentar drasticamente os números de TPS do LTC e do BTC com a adição de uma camada extra.

Tron

Capacidade de TPS reivindicada: 2,000

Em junho de 2018, o Tron (TRX) lançou sua MainNet, migrando da rede Ethereum. Em uma postagem no blog, a startup relatou ter atingido uma velocidade de 2.000 TPS em sua rede de testes. Em julho, o diretor-executivo do protocolo, Justin Sun, reforçou que o Tron “é 80 vezes mais rápido que o Ethereum”, o que significa que ele atingiu 1.200 TPS na MainNet. Essa informação não foi confirmada por terceiros.

Cardano

Capacidade de TPS reivindicada: 250

Cardano é uma plataforma para preservação das operações da criptomoeda ADA. Durante uma recente sessão "Ask Me Anything” no YouTube, o cofundador Charles Hoskinson mencionou que a Cardano pode processar entre 50 e 250 TPS. No entanto, Hoskinson observou que, com a adição de sidechains no futuro, a plataforma será capaz de suportar mais de 5.000 TPS.

IOTA

Capacidade de TPS reivindicada:1,500 (estimada:cerca de 50)

IOTA (MIOTA) é uma criptomoeda que usa o chamado “Tangle” em vez de uma blockchain convencional, o que supostamente o permite alcançar a “escala infinita” em que a rede fica mais rápida à medida que mais usuários entram, afirmam os criadores.

No entanto, em um post no Medium, Kay Kurokawa, membro da comunidade, criticou o modelo do IOTA, argumentando que ele é centralizado e não garante melhor escalonamento quando comparado a outras criptomoedas. Anteriormente, a IOTA relatou que visava atingir 1.000 TPS durante os testes de estresse. De acordo com o recente teste de spam executado por um usuário do Reddit u/-EniQma-, a Tangle da IOTA teve uma média de 45 TPS em um período de 10 minutos. O atual TPS da Tangle poderia ser analisado através de marcadores como o tanglemonitor.com.