Walmart busca patente para sistema de comunicação entre drones baseado em blockchain

A Walmart, gigante do varejo norte-americano, apresentou um pedido de patente para um sistema de comunicação por drones baseado na tecnologia blockchain. 

O Walmart registrou sua patente no Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO) em 1º de agosto. O arquivamento descreve um sistema em um drone que criptografa e armazena os parâmetros operacionais do drone. Essa informação é posteriormente passada para outro drone, que descriptografa, lê e depois configura para esses parâmetros.

Em essência, o sistema de comunicação veículo-veículo entre os drones não-tripulados retransmitia mensagens, englobava as redes de comunicação e permitia que as máquinas ficassem atentas à localização e ao porte de cada um. 

O empreendimento do Walmart em patentes blockchain

O Walmart está envolvido no patenteamento de soluções blockchain para drones desde pelo menos 2017. Conforme relatado anteriormente pela Cointelegraph, o Walmart entrou com um pedido de patente junto ao USPTO em maio de 2017 para um sistema de “Entrega aérea não tripulada para proteger a localização”.

No início deste ano, o Walmart fez uma parceria com a IBM e a Food and Drug Administration (FDA) para rastrear remessas de produtos farmacêuticos com a tecnologia blockchain.

A gigante do varejo também fez uma incursão em criptomoedas, tendo submetido outra patente para sua própria moeda digital baseada em blockchain no início deste mês. 

A IBM tem objetivos semelhantes

Como relatado anteriormente pela Cointelegraph, a IBM também apresentou um pedido de patente com o USPTO em 2017 para um sistema que garantiria comunicações por drones armazenando e compartilhando informações via tecnologia blockchain. No arquivamento, eles sugeriram que os nós validadores poderiam oferecer permissões especiais, como para determinar se um drone pode voar em uma determinada zona de vôo.