Subsidiária da Vonage recebe patente para garantir comunicações de voz com blockchain

Uma empresa de telecomunicações pertencente à empresa norte-americana de comunicações em nuvem Vonage recebeu uma patente por usar a tecnologia blockchain para proteger as comunicações e gravações. A patente foi publicada pelo Departamento de Marcas e Patentes dos Estados Unidos em 12 de março.

A NewVoiceMedia, Ltd. - uma empresa de serviços em nuvem com sede em Basingstoke, na Inglaterra - recebeu uma patente de "sistema e métodos para gravação de interações à prova de adulteração e timestamping".

Especificamente, o desenvolvimento representa um sistema para gravação segura de comunicações de voz, como chamadas telefônicas, usando uma rede blockchain distribuída. O sistema é supostamente projetado para agilizar a criação, o armazenamento e o acesso seguros a arquivos por meio de autenticação e autorização para usuários.

O registro de patente revela que um banco de dados pode ser um meio de armazenamento físico ou lógico, enquanto um servidor de autenticação pode verificar a validade de uma comunicação de voz. O sistema também considera a aplicação de componentes de software ou hardware para acessar dados registrados. O arquivamento explica ainda:

“[...] assinaturas e timestamps podem ser publicados em uma cadeia de bloco pública [sic] como aquela usada para transações de criptomoedas e Bitcoin, ou uma blockchain especificamente configurada para uso na assinatura e publicação de timestamp. [...] uma blockchain pode ser usada para publicar assinaturas e registros de data e hora em um meio público, e o uso de nós de bancos de dados distribuídos inerentes a uma cadeia de blockchain protege os dados contra falsificação ou perda devido a nós individuais ficarem off-line”.

No início deste mês, a gigante de tecnologia IBM revelou duas patentes visando segurança de rede e foco no gerenciamento de banco de dados usando a tecnologia blockchain. A descrição do arquivamento dizia que “proteger um registro de dados usando protocolos de segurança de monitor pode ser realizado com diferentes níveis de segurança, desde baixa segurança até alta segurança e várias combinações de configurações de hardware e software.”

Em dezembro passado, a AT&T registrou uma patente para um "mapa" da história da mídia social baseada em blockchain. O arquivamento descreve um sistema de blockchain que pode incluir um controlador de histórico de transações para armazenar dados de assinantes, que podem ser usados ​​para vários propósitos, como criar e compartilhar informações, ideias e interesses de carreira por meio de comunidades e redes virtuais.