Finhub da SEC americana lança uma série de encontros com comunidades cripto e fintech

O Centro Estratégico de Inovação e Tecnologia Financeira (Finhub) da Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos Estados Unidos sediará uma série de encontros locais (meetups) entre pares (p2p) em todo o país. A iniciativa, que visa engajar mais ativamente com a comunidade de fintech e de cripto e mais ampla, anunciou o site da agência em 6 de março.

Como publicado anteriormente, o Finhub foi criado no segundo trimestre de 2018 com o objetivo de facilitar o engajamento da SEC em campos relacionados à fintech, incluindo, entre outros, tecnologia de ledger distribuído (DLT) e ativos digitais.

Os meetups p2p da Finhub permitirão que inovadores, desenvolvedores, advogados e empresários se envolvam pessoalmente com a equipe da SEC a fim de esclarecer dúvidas ou solicitações específicas ou abrangentes que se enquadrem no âmbito regulador da agência - as leis federais de valores mobiliários.

Os meetups terão início na área de São Francisco em 26 de março, no escritório regional da SEC, antes de se estenderem a outros escritórios em todo o país.

Antes de registrar seu interesse em participar de um encontro com o regulador, é solicitado ao público que indique sua esfera geral de interesse, bem como o propósito específico de sua reunião solicitada. Opções para o primeiro incluem “serviços de consultoria relacionados a ativos digitais”, “plataformas de negociação de ativos digitais”, financiamento de mercado digital e “fundos relacionados a ativos digitais”.

Ao indicar o objetivo específico da reunião solicitada, é oferecida ao público uma escolha que inclua “consulta de custódia”, “determinação do instrumento como um 'título'" e várias solicitações de registro para intermediários, valores mobiliários, portais de financiamento ou plataformas de negociação.

Os participantes em potencial também podem fornecer informações detalhadas, pesquisas e qualquer outro material de apoio que desejarem apresentar à equipe da SEC. A agência observa que antes de entrar em contato com a Finhub com uma solicitação pessoal para um encontro, muitas das perguntas mais comuns que a agência recebe em relação aos ativos digitais são amplamente tratadas on-line em seu recurso "Spotlight on Initial Coin Offerings and Digital Assets".

Como relatou a Cointelegraph, Finhub é chefiado por Valerie A. Szczepanik, consultora sênior de ativos digitais e diretora de inovação e de associados da divisão de finanças corporativas da SEC, conhecida como a “czarina cripto” da agência.

Diante desta última tentativa de tornar suas atividades mais acessíveis às comunidades de cripto e fintech, a agência vem promovendo recentemente sua orientação inicial sobre ofertas de moedas de moedas nas redes sociais, com tuítes de fevereiro e final de novembro de 2018 convidando o público a aprender cinco coisas que se precisa saber sobre o mecanismo de captação de recursos.