Universidade de Nevada (EUA) desenvolve veículo autônomo blockchain com empresa IoT

Uma iniciativa da Universidade de Nevada, na cidade estadunidense de Reno, está desenvolvendo um projeto de veículo autônomo equipado com blockchain, de acordo com press release publicado em 23 de abril.

O projeto Intelligent Mobility, coordenado pela Universidade de Nevada e o Nevada Center of Applied Research (NCAR), escolheu trabalhar com a empresa blockchain e Internet das Coisas (IoT) Filament para desenvolver um projeto de veículo autônomo de cidade inteligente.

De acordo com o comunicado, a iniciativa blockchain é desenhada para melhorar a segurança e a comunicação entre carros autônomos conectados e a infraestrutura que o permeia.

Carlos Cardillo, diretor do Nevada Center for Applied Research, explicou que o número crescente de veículos conectados nas estradas multiplica número de dispositivos IoT, o que pode potencialmente criar vulnerabilidades. Por isso, a implementação de blockchain pretende expandir os padrões de integridade de dados, diz Cardillo.

Como diz o texto, a universidade irá lançar em breve um teste simulado da tecnologia Blocklet da Filament, uma ferramenta para aumentar o poder de máquinas conectadas com valor transacional de tecnologia de contabilidade distribuída (DLT). A integração da tecnologia permitiria a gravação confiável de eventos ao oferecer troca de dados através de transações blockchain.

A CEO da Filament Allison Clift-Jennings disse que os testes de veículos da univercidade vão aceitar apenas transmissão de dados atestada pela Blocklet, protegendo-a de potenciais ataques maliciosos e intermediários.

Ontem, o Cointelegraph noticiou que a maior construtora automotiva da Coréia do Sul, Hyundai Motor Group, vai usar blockchain em sua nova tecnologia de emparelhamento de carros elétricos e smartphones.

Antes disso, a gigante global de tecnologia IBM ganhou uma patente blockchain para um novo desenvolvimento que vai gerir dados e interações de veículos autônomos.