Não confirmado: mídia chinesa relata que Jihan Wu e Jenke Group vão em breve renunciar como CEOs da Bitmain

Jihan Wu e o Jenke Group logo se aposentarão como CEOs da produtora de ASIC para mineração Bitmain. Boatos sobre sua saída foram divulgados pela mídia local chinesa Odaily em 28 de dezembro.

O Odaily cita uma fonte não identificada familiarizada com a situação em que a Bitmain está atualmente em um período de transição. Além disso, o artigo também relata que os funcionários supostamente não estavam otimistas sobre os resultados do sistema de CEO duplo.

A mídia local chinesa também observa que seu sucessor supostamente teria o sobrenome Wang, sem fornecer mais informações.

Na metade de novembro, a mídia local chinesa informou que Wu não seria mais capaz de influenciar as decisões corporativas do fabricante de mineração, alegando que ele havia sido rebaixado do cargo de diretor para o de supervisor.

O Odaily também reportou hoje que fontes não especificadas declararam que a Bitmain está planejando cessar todas as operações de mineração e já encarregou as concessionárias relevantes de vender os Antminer S9s usados. Isso, de acordo com o artigo, significaria que a empresa demitiria mais de 500 funcionários.

Na metade de maio, Wu havia dito à Bloomberg em uma entrevista que o fabricante estava pensando em recorrer à inteligência artificial (IA) em meio à repressão à cripto na China. Na época, Wu previu que os chips de inteligência artificial poderiam responder por cerca de 40% da receita da Bitmain nos próximos cinco anos.

O artigo do Odaily fez referência a divisão de inteligência artificial, observando que as demissões incluiriam as equipes de clientes da IA, mineração, no exterior e equipes de BCH Copernicus.

No final de dezembro, fontes chinesas de mídia social informaram que a Bitmain já havia supostamente demitido toda a equipe de desenvolvedores do BCH.

Bitmain disse à Cointelegraph que não poderia responder a pedidos de comentários sobre as demissões ou mudanças na administração.

A tendência de queda informada pelos preços das criptomoedas neste ano também não poupou a produtora de unidade de processamento gráfico (GPU) Nvidia. Como a Cointelegraph informou hoje, a Nvidia está enfrentando uma ação coletiva sobre as perdas relatadas pela empresa quando os menores preços de cripto diminuíram a demanda por GPUs por parte dos mineradores.

De acordo com a denúncia, a Nvidia "elogiou sua capacidade de monitorar o mercado de criptomoedas e fazer mudanças rápidas em seus negócios, conforme necessário". Essa suposição - de acordo com a acusação - é uma declaração falsa e enganosa.

Como a Cointelegraph também reportou recentemente, após a queda na demanda por GPU pelas mineradoras, a Nvidia teve o pior desempenho no S&P 500, com suas ações perdendo 54% de seu preço.