A Ucrânia quer digitalizar a sua já existente moeda, mas não utilizar uma criptomoeda

O Banco Nacional da Ucrânia (NBU) disse que está "considerando" a introdução de uma versão digital de sua moeda nacional, a hryvnia, que não seria baseada em Blockchain. Pelo menos por enquanto.

O banco central reportou esta quinta-feira 11, em um post no Facebook, que tem estudado "novas e inovadoras tecnologias" como parte de um projeto econômico sem numerário impresso no país, o qual provavelmente o e-hryvnia faria parte.

O NBU estabeleceu uma distinção entre a moeda digital que tem em mente e uma criptomoeda emitida pelo estado, que seria, por definição, baseada na tecnologia Blockchain:

"No entanto, o Banco Nacional gostaria de especificar que, o que se entende aqui é a possível introdução de uma hryvnia eletrônica, não nossa própria criptomoeda".

O NBU também observou que a possibilidade de basear o proposto e-hryvnia na tecnologia Blockchain ainda está em discussão.

Os planos para uma hryvnia digital versus uma criptomoeda nacional contrastam com as atividades em toda a região da fronteira com a Rússia, cujo governo vem flertando a idéia de um CryptoRuble baseado em Blockchain desde 2015.

Além disso, o compatriota e membro da CIS, Bielorrússia, proclamou sua intenção de se tornar uma zona amigável para a criptomoeda, facilitando transações regulamentadas de um modo mais simples e, atrair assim, investimentos estrangeiros.

Neste meio tempo, a realidade da criptomoeda na Ucrânia criou reboliços no país por razões bem alarmantes em Dezembro de 2017. A invasão repentina da polícia no jornal de criptotecnologias ForkLog, em Odessa, foi seguida do seqüestro do EXMO (diretor financeiro)Pavel Lerner, em Kiev. Para a soltura de Lerner, foi pedido então um resgate de US $ 1 milhão.

Nesta semana, Oos movimentos regulamentadores já em curso por meio dos legisladores também viram a criação de um grupo de trabalho dedicado à investigação de como a Bitcoin e outras criptomoedas devem ser comportar de acordo com as leis ucranianas.