FCA do Reino Unido permite três empresas blockchain em sandbox regulatória

A Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA, na sigla em inglês) permitiu que três empresas baseadas em blockchain se juntassem ao último grupo de sua sandbox regulatória, segundo anúncio da organização feito nesta última segunda-feira, 29 de abril.

A Diro Labs é uma das empresas blockchain aceitas pela FCA para realizar testes em “curta e pequena escala”. De acordo com o regulador, a startup usa uma “central de informações baseada em blockchain” para verificar identidades e documentos online a partir de fontes originais.

Enquanto isso, a Fintech Delivery Panel Partners recebeu permissão para testar uma “plataforma de identidade digital descentralizada usando verificação de identidade baseada em machine learning e gerenciamento de chaves baseada em blockchain.”

Por fim, a plataforma de pagamentos e-commerce e de verificação de identidade digital Nuggets pretende testar o “armazenamento de dados pessoais e de pagamento com segurança blockchain e o uso desses dados para acessar produtos de serviços financeiros.”

O órgão regulador disse que recebeu o número recorde de 99 pedidos para o quinto grupo de sua sandbox de empresas que operam tanto no Reino Unido, quanto no exterior. Ele explicou:

“Exemplos de proposições que foram aceitas incluem soluções de identidade digital, plataformas que tokenizam a emissão de instrumentos financeiros e serviços destinados a facilitar um maior acesso a serviços financeiros para consumidores vulneráveis.”

De acordo com a FCA, as sandbox regulatórias permitem que as empresas "testem proposições inovadoras no mercado com consumidores reais."

Tais esquemas se tornaram populares entre os reguladores em todo o mundo, com Reserve Bank of Índia anunciando recentemente a permissão para que  inovações blockchain sejam testadas dessa maneira.