Dois produtores europeus de salmão usam a plataforma blockchain da IBM para rastrear a cadeia de suprimentos

A empresa de cultivo de salmão Cermaq e o produtor de salmão defumado Labeyrie, começaram a usar a tecnologia blockchain em nuvem da IBM para rastrear suas cadeias de suprimentos de produtos.

A Cermaq anunciou o desenvolvimento em um comunicado à imprensa em 20 de novembro, revelando que cooperava com a Labeyrie e a plataforma blockchain da IBM, IBM Food Trust, para permitir que os clientes obtenham informações sobre a cadeia de valor do salmão. Todos os produtos de salmão da empresa agora vêm com um CV e um código QR, para que os consumidores possam verificar detalhes como:

“... origem (dos peixes), quando foi chocada, de qual estação de água doce veio, qual era o tamanho quando foi transferida para a água do mar, em qual instalação de água do mar foi cultivada, bem como informações sobre saúde e bem-estar como quais vacinas recebeu, o que foi alimentado e quando foi pescado".

A Labeyrie lançou um sistema de rastreabilidade para dois de seus produtos noruegueses de salmão defumado, permitindo que os consumidores consultassem informações sobre toda a cadeia de produção do peixe - do ovo à loja. Comentando sobre o desenvolvimento, Brede Løfsgaard, diretor de vendas da Cermaq Noruega, disse que o projeto foi parcialmente impulsionado pela demanda dos clientes por mais transparência.

Colocando comida na blockchain

Os fabricantes de alimentos em todo o mundo vêm integrando ativamente a tecnologia blockchain em suas cadeias de suprimentos. No início de novembro, os gigantes do varejo Carrefour e Nestlé, começaram a implantar a plataforma blockchain Food Trust da IBM para rastrear a cadeia de suprimentos de fórmulas à base de leite para bebês. As empresas pretendem aumentar a confiança do consumidor na qualidade dos produtos, garantindo mais transparência da cadeia de fornecimento de fórmulas produzidas pelos Laboratoires Guigoz.

A gigante americana de logística, UPS, entregou com sucesso uma remessa de carne bovina verificada em blockchain, dos Estados Unidos para o Japão. A empresa fez uma parceria com a empresa de agrotecnologia HerdX, para incorporar sua tecnologia de embalagem em uma rede blockchain para rastrear a jornada da carne bovina do Kansas ao Japão.