UPS e empresa agrotech usam blockchain para verificação de transporte de carne bovina dos EUA para o Japão

A gigante da logística americana UPS entregou com sucesso sua primeira remessa de carne bovina verificada em blockchain dos Estados Unidos para o Japão. A empresa fez uma parceria com a empresa de agrotecnologia HerdX para incorporar sua tecnologia blockchain no rastreamento do transporte de carne bovina do Kansas para o Japão, como a empresa anunciou em 11 de novembro.

Como anunciado pela UPS, a remessa entregue em parceria envolveu uma rede de parceiros da blockchain desenvolvida pela HerdX. Enquanto isso, a UPS forneceu uma ferramenta de visibilidade integrada à tecnologia blockchain da HerdX e com registro de atualizações ao vivo, registrando os detalhes ao longo do caminho.

Embaixada dos EUA e funcionários japoneses verificaram a carne registrada em blockchain

O piloto teve suporte da embaixada dos Estados Unidos no Japão e foi anunciado em um jantar especial em Tóquio, informou a UPS.

A carne bovina deixou o estado do Kansas em 4 de novembro, sendo transportada até uma churrascaria em Tóquio, onde convidados, incluindo membros da embaixada dos EUA e autoridades japonesas, foram capazes de escanear códigos QR para acessar dados sobre a jornada da comida.

A iniciativa blockchain da UPS não é a primeira vez a usar blockchain para rastrear carne. Em novembro de 2018, o governo sul-coreano anunciou que usaria blockchain para rastrear carne bovina no fornecimento de mais dados aos consumidores sobre sua cadeia de suprimentos. Em março de 2018, a gigante chinesa do comércio eletrônico JD.com implementou a tecnologia blockchain para monitorar a carne de uma fazenda na Austrália.

No final de 2018, o diretor de engenharia e informações da UPS, Juan Perez, disse que não esperava benefícios significativos com a implementação da tecnologia blockchain.