Valor total do Bitcoin enviado para mercados da darknet aumentou 70% em 2018: relatório

Durante o ano passado, o valor do Bitcoin (BTC) enviado para mercados da darknet aumentou em 70%, de acordo com um relatório da Chainalysis publicado em 18 de janeiro.

O relatório da Chainalysis aponta que a atividade na darknet não é influenciada pela ação do preço do Bitcoin e não diminui quando o preço cai. De acordo com os dados contidos no relatório, em 2018 a relação entre o valor das transações no mercado darknet e o desempenho do mercado do Bitcoin era inversa.

Ao longo de 2018, o valor total enviado para os mercados da darknet registrou um notável aumento de 70%, enquanto o valor total de transação econômica de Bitcoin caiu ao longo do ano.

Value of BTC Sent to darknet markets and BTC Market Performance

Valor do BTC enviado para mercados da darknet e performance de mercado do BTC. Fonte: Chainalysis

De acordo com dados da Chainalysis, o valor total do dólar das transações no mercado da darknet tem aumentado constantemente desde 2011. O valor atingiu o pico em 2017 em 707 milhões de dólares e diminuiu aproximadamente 14% para US$ 603 milhões em 2018. Segundo o relatório, a diminuição no valor de 2017 até 2018 é atribuível ao fechamento do popular mercado da darknet Alphabay em meados de 2017, que supostamente fez a atividade do mercado de darknet cair em 60%.

Value of BTC in USD & share of BTC economic value sent to darknet markets

Valor do BTC em dólares e participação do valor econômico do BTC enviado para mercados da darknet. Fonte: Chainalysis

Além disso, após o fechamento da Alphabay, diversos outros mercados supostamente tomaram seu lugar, criando o que o relatório chama de “o problema do whack-a-mole dos mercados da darknet”. Isso levou a outra fase de aumento constante no valor de tais transações em 2018. O relatório também observa:

"Há algumas evidências de que a atividade aumenta na darknet mesmo após fechamentos".

Ainda assim, de acordo com dados da Chainalysis, mesmo em 2017, a porção das transações comerciais do Bitcoin enviadas para os mercados de darknet foi apenas uma fração de um por cento, depois de ter atingido o pico em 2012 em mais de 6 por cento. Desde seu pico em 2012, a parcela das transações de Bitcoin enviadas para os mercados de darknet tem diminuído constantemente.

Como relatou a Cointelegraph em dezembro do ano passado, Timothy C. May, cofundador da Cypherpunks, que morreu de causas naturais há cerca de um mês, previu em seu Manifesto Anarquista Cripto que “a anarquia cripto permitirá que segredos nacionais sejam negociados livremente e permitirá que ilícitos e materiais roubados a serem comercializados.”

Em uma análise dedicada publicada em março de 2018, a Cointelegraph relatou dados de várias fontes apontando que o dinheiro, e especificamente os dólares dos Estados Unidos, continuam sendo o método preferido de pagamento de bens e serviços ilícitos. O relatório afirma que, embora metade do Bitcoin tenha sido usado em algum momento para compras ilegais, 90% das notas de dólares dos EUA contêm traços de cocaína.

Em outubro de 2014, o fundador do motor de busca de mercado darknet Grams declarou que “a darknet foi criada principalmente para combater a tirania dos governos” antes de concluir:

"A darknet promove liberdades, não atos criminosos."