Autor de manifesto anarquista cripto Tim May morre de causas naturais

O cofundador da Cypherpunks, Timothy C. May, teria morrido de causas naturais, afirmou um post em sua homenagem no Facebook pelo cypherpunk Lucky Green, em 15 de dezembro.

Em seu post na rede social, Green informou:

“Chegou-me a palavra que meu querido amigo, coconspirador em muitas coisas e por muitos anos, companheiro de combate da liberdade Tim May faleceu no início desta semana em sua casa em Corralitos, Califórnia.”

May é o autor de “The Crypto Anarchist Manifesto”, publicado em 1992, no qual ele aparentemente previu alguns elementos das criptomoedas descentralizadas atualmente existentes:

“O Estado tentará, é claro, desacelerar ou deter a disseminação dessa tecnologia [baseada em criptografia], citando preocupações com a segurança nacional, o uso da tecnologia por traficantes de drogas e evasores fiscais, e temores de desintegração social.”

No entanto, May também admitiu no Manifesto que "muitas dessas preocupações serão válidas", uma vez que "a anarquia cripto permitirá que os segredos nacionais sejam comercializados livremente e permitirão o comércio de materiais ilícitos e roubados".

Em seu post no Facebook, Green escreveu que, embora uma autópsia ainda não tenha sido realizada, “a morte parece ser de causas naturais”. Green explica que May “cofundou os Cypherpunks, talvez a organização de base pró-criptografia mais eficaz da história. junto com Eric Hughes e John Gilmore em 1992.”

Como a Cointelegraph relatou no ano passado, muitos consideram que o “movimento cypherpunk merece tanto crédito quanto Satoshi [Nakamoto] por estabelecer o desenvolvimento fundacional da criptografia”. O lendário criador do Bitcoin (BTC) estaria em comunicação com a comunidade cypherpunk antes do lançamento do livro branco do Bitcoin em 2008, e comunicou suas ideias para eles em um tópico de e-mail.

Como o Cointelegraph reportou em uma análise dedicada, o rastreamento governamental de criptomoedas está aumentando, mas há muitas maneiras de evitá-lo.

O defensor da privacidade e denunciante Edward Snowden supostamente acha que a criptomoeda líder Bitcoin não é a solução ideal para transações privadas peer-to-peer. Além disso, Snowden observou repetidamente que ele considera o ZCash (ZEC) a altcoin “mais interessante”, devido ao foco na privacidade.