Três bancos franceses juntam-se à plataforma de empréstimos baseada em blockchain R3 Corda

A empresa britânica de software financeiro Finastra adicionou três bancos globais a sua plataforma de empréstimos baseada na blockchain do consórcio R3 Corda. A empresa fez o anúncio oficial nesta terça-feira, 14 de maio.

As instituições bancárias com sede na França, BNP Paribas, Natixis e Societe Generale, uniram-se oficialmente à plataforma de empréstimos sindicalizados Fusion LenderComm da Finastra, seguindo projetos piloto de 2017.

Baseado na plataforma blockchain de código aberto do consórcio R3 Corda Enterprise, o Fusion LenderComm do Finastra permite que os bancos compartilhem instantaneamente contratos de crédito, saldos acumulados e dados de posição para os credores.

Cécile Bartenieff, COO da Global Banking e Investor Solutions da Societe Generale, afirmou que a iniciativa da Fusion LenderComm trará mais transparência e eficiência operacional ao mercado de empréstimos sindicalizados, que é “uma ilustração de como blockchain pode ajudar os bancos a otimizar todo o fluxo de operações financeiras.”

Em outubro de 2018, o banco NatWest, sediado no Reino Unido, integrou a plataforma Fusion LenderComm.

Hoje, o banco brasileiro Bradesco se uniu à rede blockchain Marco Polo, do R3, para negociações financeiras. Outras organizações participantes incluem o BNP Paribas, ING e a Sumitomo Mitsui Banking Corporation.

Recentemente, a Nordea, uma instituição de bancos privados nórdicos, anunciou a expansão de sua plataforma de negociação acionada por blockchain que atende clientes de pequenas e médias empresas (PMEs). A plataforma pretende trazer mais confiança ao lidar com negócios entre fronteiras para PMEs.