Vencedores do Grammy de 2017 investem em plataforma de ingressos baseada em blockchain

Dupla americana de EDM, The Chainsmokers, estão apoiando uma nova plataforma de ingressos baseada em blockchain.

Plataforma permite que artistas controlem o mercado de ingressos

Juntamente com seu manager, Adam Alpert, os vencedores do Grammy de 2017 investiram na YellowHeart, uma plataforma descentralizada de ingressos projetada para facilitar as vendas de ingressos, informou em 21 de outubro a Music Business Worldwide. 

Fundada pelo executivo Josh Katz, a plataforma YellowHeart usa uma blockchain pública para permitir que artistas e casas de shows controlem diretamente o processo de venda de ingressos, incluindo as vendas feitas nos mercados paralelos.

YellowHeart quer eliminar cambistas

Especificamente, a plataforma pretende cortar os intermediários da indústria da música, conhecidos como cambistas, que compram grandes quantidades de ingressos para revendê-los a um preço mais alto. Programado para o lançamento em 2020, a YellowHeart permitirá que os artistas definam preços máximos de revenda, garantindo que os ingressos sejam distribuídos a clientes reais em vez de cambistas, além de ganhar uma parte dos ingressos revendidos no mercado paralelo do YellowHeart.

Alpert, que também é CEO da gravadora americana Disruptor Records, enfatizou que o problema dos cambistas é bem conhecido no setor há anos.

Em setembro, o braço de TI do grupo sul-coreano CJ Corp, CJ OliveNetworks, anunciou o lançamento de um novo sistema de direitos autorais digital, baseado em blockchain, para gravar e rastrear músicas. Anteriormente, o gigante da mídia global, Warner Music Group, investiu na startup blockchain Dapper Labs, para colaborar em sua rede blockchain Flow, na qual a Warner planeja criar um novo ativo digital.