Warner Music cria token na nova blockchain do famoso jogo CryptoKitties

O gigante da mídia global, Warner Music Group, criará criptomoedas usando o novo blockchain público apoiado pelo criador do CryptoKitties.

Da Warner Music para criar ativos no Flow

De acordo com um relatório da Forbes em 12 de setembro, a Warner Music juntou-se a um investimento de US$ 11,2 milhões no Dapper Labs, criador do CryptoKitties, a fim de colaborar na implantação da nova rede de blockchain da empresa chamada Flow, além de criar tokens sobre ela.

Embora a Warner tenha investido menos de US$ 1 milhão na forma de um título conversível, outros contribuintes incluíram grandes investidores do setor, como Andreessen Horowitz, Digital Currency Group, Union Square Ventures e Venrock, observa o relatório.

O Potencial do Flow na indústria da música

Jeff Bronikowski, vice-presidente sênior de desenvolvimento de negócios da Warner Music, teria declarado que a tecnologia CryptoKitties da Dapper Labs, poderia ser usada para criar mercadorias únicas e negociáveis com seu talento de super star, caso os problemas de volume de transações pudessem ser resolvidos.

De acordo com o relatório, afirma-se que o Flow é capaz de processar volumes de transações maiores do que o Ethereum blockchain, no qual o famoso jogo CryptoKitties é baseado.

Bronikowski sugeriu que o novo investimento pretende desbloquear um novo método para compartilhar o conteúdo da Warner Music, bem como um novo tipo de envolvimento com os artistas. Ele disse:

“O principal objetivo é criar novos caminhos onde os fãs de nossos artistas possam explorar e se envolver com os artistas de maneiras novas e diferentes que eles nunca fizeram antes.”

De acordo com a Forbes, a primeira rodada de captação de recursos será gasta exclusivamente na finalização da blockchain Flow e na criação de aplicativos, enquanto os investidores credenciados receberão uma parte das ações da empresa.

Os investidores também terão uma opção de bônus para converter os valores mobiliários em tokens, que podem ser gastos na rede assim que a empresa obtiver aprovação regulatória da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.

Além disso, a Warner Music está investigando como a criptomoeda poderia ser usada para permitir um novo método para fazer doações aos artistas na rede, atualmenete, também testa duas plataformas blockchain diferentes para conectar diretamente músicos com seus fãs, sem a necessidade de distribuidores intermediários.

Em 4 de setembro, a gigante da música pop coreana SM Entertainment revelou planos para criar sua própria criptomoeda e blockchain, em parceria com a organização de tecnologia CTIA Labs.