Maior empresa de entretenimento da Coreia do Sul lança sua própria criptomoeda

A gigante da música pop coreana SM Entertainment revelou planos para construir sua própria criptomoeda e blockchain em parceria com a organização de tecnologia CTIA Labs.

O CEO da CT-AI Labs, Sang-Sik Joo, anunciou a iniciativa na conferência de desenvolvedores da exchange de criptomoeda sul-coreana UpBit, informou a agência de notícias local ITChosun em 4 de setembro.

Joo observou que eles estão atualmente discutindo o projeto com parceiros que criarão a plataforma, mas os detalhes ainda não podem ser revelados.

A SM Entertainment espera que a plataforma blockchain faça a ponte entre o mundo físico e virtual. Joo comentou sobre o desdobramento definindo a função que ele vê para a blockchain na indústria do entretenimento, dizendo:

"A blockchain do ponto de vista do entretenimento é uma entidade de entretenimento descentralizada."

Um peso pesado da indústria

A SM Entertainment é a maior empresa de entretenimento da Coreia do Sul. O site de dados da empresa Crunchbase estima que a receita anual da companhia seja de US$ 350 milhões.

A indústria da música tem sido vista como uma grande oportunidade para a tecnologia blockchain. Curiosamente, acredita-se que seja uma ferramenta capaz de desintermediá-la, permitindo a interação econômica direta entre fãs e artistas, que também receberiam uma fatia maior do valor que criam.

Como o Cointelegraph relatou em um artigo especial de um colaborador em junho, a blockchain também é vista como uma maneira de bater de frente com a censura da música que geralmente também é uma forma de protesto.