Blockchain TON do Telegram está rodando em modo de testes privado e mostrando alta velocidade, diz relatório

O aplicativo de mensagens Telegram teria lançado um teste privado beta de sua blockchain, Telegram Open Network (TON), segundo a rede de notícias russa Vedomosti publicou em 11 de abril.

De acordo com o Vedomosti, o Telegram abriu acesso para uma versão teste da TON Blockchain para um número limitado de desenvolvedores globais, incluindo equipes de desenvolvedores russos.

Citando duas fontes anônimas que tiveram acesso, a rede de notícias escreveu que as equipes de desenvolvedores tiveram permissão para configurar os nós da TON Blockchain.

Enquanto os testes não foneceram nenhum resultado específico, quem provou a rede revelou que a TON Blockchain demonstrou "velocidade de transação extremamente rápida". Porém, indicadores específicos não puderam ser revelados, já que o código da blockchain — incluindo contratos inteligentes — estava em processo de testes, disse uma das fontes.

O messenger encriptado focado em privacidade Telegram foi fundado pelos irmãos Nikolai e Pavel Durov em 2013, chegando em março de 2018 a mais de 200 milhões de usuários ativos. Recentemente, três milhões de novos usuários entraram no aplicativo em 24 horas, enquanto Facebook, Instagram e WhatsApp estão todos registrando evasão importante ao redor do mundo, como Durov publicou no seu canal oficial do Telegram em 14 de março.

O Telegram levantou cerca de US$ 1,7 bilhão em duas rodadas privadas de ofertas de moeda inicial (ICO) tanto para o Telegram quanto para a plataforma TON em 2018.

Enquanto Vedomosti noticiou que o Telegram lançaria a versão de testes do TON na segunda metade de 2018, não houve dados oficiais na data esperada para o lançamento da TON Blockchain, Com Durov negando-se a confirmar uma data concreta para o lançamento do TON para março de March 2019.

Recentemente, o Cointelegraph noticiou que acordos de compra de tokens do serviço de mensagens do Telegram serão encerradas se o TON não for lançado até 31 de outubro de 2019.