Gigante de telecom, unidade da NTT na Tailândia planeja lançar laboratório para inovação em blockchain, IoT e IA

A subsidiária tailandesa da gigante de telecom NTT Corporation planeja lançar um grande laboratório de inovação focado em blockchain, inteligência artificial e internet das coisas. O jornal tailandês de língua inglesa Bangkok Post informou sobre o desenvolvimento nesta terça-feira, 23 de abril.

A NTT Communications (NTT Com) Tailândia é a unidade operacional local da NTT Com Group, uma subsidiária da Nippon Telegraph and Telephone (NTT) Corporation - a maior empresa de telecomunicações do Japão e a terceira maior empresa de telecomunicações do mundo em faturamento.

De acordo com o Bangkok Post, o novo laboratório tem previsão de lançamento para o segundo trimestre de 2019 com investimento de 500 milhões de baht (US$ 15,6 milhões) da NTT Com Tailândiae irá garantir espaço adicional para data centers no Amata Industrial Estate. O presidente da empresa, Manabu Kahara, é citado dizendo que:

"O laboratório de inovação da NTT introduzirá um playground para clientes e parceiros fazerem provas de conceito e desenvolvimento para tecnologias disruptivas como blockchain, IoT, AI, nuvem híbrida e redes definidas por software."

O relatório observa que a NTT Com Tailândia planeja usar seu laboratório de inovação para desenvolver soluções em blockchain para os setores financeiro e de seguros, bem como “servir como manutenção preventiva para fábricas inteligentes”.

O Bangkok Post informa sobre mais detalhes dos planos e projetos de expansão da NTT Com Tailândia para atender às crescentes demandas de operadoras de serviços em nuvem, instituições financeiras, provedores de serviços de segurança cibernética e outras empresas com uma ambição geral de aumentar seus negócios em 30% até 2021.

Conforme informado no início deste mês, as aplicações mundiais de blockchain no setor de telecomunicações devem gerar receita de US$ 1,37 bilhão até 2024, de acordo com uma análise recente da empresa de pesquisa de mercado global irlandesa Research and Markets.

Também em abril, a KT Corporation - maior empresa de telecomunicações da Coreia do Sul - lançou sua marca de rede 5G movida a blockchain com o objetivo de aumentar a segurança dos dispositivos de internet de coisas.