Segunda maior cidade da Coreia do Sul quer criar uma criptomoeda local

Busan, a segunda cidade mais populosa da Coreia do Sul depois de Seul, considera o lançamento de uma criptomoeda local, informou a ETnews em 1º de julho.

De acordo com a reportagem, as autoridades da cidade de Busan estão buscando desenvolver um projeto de moeda digital baseada em blockchain em colaboração com o BNK Busan Bank, uma subsidiária da holding local BNK Financial Group.

Especificamente, Busan está supostamente desenvolvendo um projeto de cripto na forma de stablecoin, uma criptomoeda indexada em 1 para 1 com a moeda local em uma conta bancária do BNK Busan. Ao emitir uma moeda digital local, Busan espera reavivar a economia local, bem como garantir a posição de liderança na blockchain, observa a reportagem.

A notícia vem em meio ao vindouro estabelecimento de uma zona livre de regulamentação blockchain da Coreia do Sul, para o qual Busan foi selecionada como a principal aposta, juntamente com sua concorrente, a Província de Jeju, como reportado em abril de 2019. Como parte da potencial designação, Busan está promovendo a tecnologia blockchain em múltiplas indústrias, bem como fornecendo uma base para criptos, particularmente incluindo ofertas iniciais de moedas (ICOs).

Em abril, o Ministério de Pequenas e Médias Empresas (PMEs) e Startups da Coreia do Sul disse que o governo planeja oferecer "amplo apoio caso Busan desenvolva sua própria estrutura monetária baseada em blockchain ou economia tokenizada".

No início de fevereiro de 2019, Busan assinou um Memorando de Entendimento (MdE) com a Blockchain Hyundai Pay que tem como objetivo promover a indústria de blockchain através da “contribuição para o desenvolvimento da indústria de TIC local através do crescimento mútuo com negócios iniciantes relacionados”.

Anteriormente, o governo da Coreia do Sul revelou planos de investir US$ 3,5 milhões para criar uma usina virtual com blockchain na cidade de Busan.

Enquanto isso, recentemente, o principal banco local, o KB Kookmin Bank, assinou um acordo com a empresa de tecnologia blockchain Atomrigs Lab para explorar em conjunto soluções de gerenciamento e proteção de ativos digitais.