Corporação sul coreana Kakao pode listar seu token em exchange chinesa

A gigante da internet sul-coreana Kakao planeja listar sua criptomoeda Klay em uma exchange de criptomoedas chinesa e em uma exchange local.

A Kakao pode ter problemas para listar a moeda Klay na Coréia

De acordo com uma reportagem do jornal local News1 Korea em 31 de agosto, o braço de blockchain da Kakao, a Ground X, está em negociações com duas exchanges populares de criptomoedas para listar sua moeda nativa, a Klay.

Embora o News1 Korea não especifique os nomes das exchanges, um oficial familiarizado com a situação interna no Ground X disse que Kakao pode ter problemas para listar a Klay em exchange bolsa sul-coreana, porque o Ground X vem atraindo investimentos estrangeiros em criptomoedas de seu escritório em Singapura.

A Kakao é o maior conglomerado da Internet da Coréia do Sul que opera aplicativos e tem quase 90% de domínio em seus respectivos mercados. A empresa anunciou seus planos de arrecadar US $ 300 milhões através do Ground X para desenvolver a Klay no final de 2018.

Sediada no Japão, a Ground X está operando uma oferta inicial de moeda (ICO) da empresa, quando a Coréia do Sul proibiu as ICOs em setembro de 2017.

Em meados de agosto, a Kakao lançou um teaser para sua futura carteira de criptomoedas Klip, planejando expor o aplicativo a 50 milhões de usuários globais do KakaoTalk. A carteira contará com tokens Klay e tokens de parceiros como Airbloc, Pebble e Spin Protocol.