Coreia do Sul: Gigante das mensagen Kakao vai atrair investimentos em cripto em Cingapura

A Kakao Corp., um importante conglomerado de Internet sul-coreano, estabeleceu uma subsidiária da empresa em Cingapura para atrair investimentos estrangeiros em criptomoeda, informou a agência de notícias News1, de Seul, no dia 21 de novembro.

De acordo com o artigo, a Kakao Corp formalizou a ideia de sua subsidiária Ground X, a plataforma blockchain da corporação Klaytn, em Cingapura, ontem. O veículo de mídia também declara, com referência à Câmara de Comércio de Cingapura, que a Kakao Corp está considerando estabelecer outra corporação especial em Cingapura com o objetivo de administrar os investimentos.

Em outubro, a Kakao Corp liberou a rede de teste da Klaytn antes de seu lançamento formal para o primeiro trimestre de 2019. Na semana passada, a Kakao Corp anunciou um novo acordo de parceria com o Terra, que usará o Klaytn como sistema de pagamento baseado em blockchain, reportou a Cointelegraph em 14 de novembro.

Espera-se que a Kakao Corp atraia cerca de 100 bilhões de won (aproximadamente US $ 88 milhões) em investimentos de capital de risco e investidores institucionais através da Klaytn em dezembro. O artigo continua:

“Este contrato de investimento parece incluir não apenas vendas de tokens simples, mas também a cooperação empresarial de blockchain da Kakao. A razão para o estabelecimento de uma corporação de investimentos em Cingapura é que é fácil levantar fundos e tem um grande benefício fiscal”.

Neste verão, a Golden Gate Ventures (GGV), uma das principais empresas de capital de risco no sudeste da Ásia, lançou um fundo de US $ 10 milhões para investimentos em empresas relacionadas às indústrias de blockchain e criptomoeda, escreveu a Cointelegraph em 10 de agosto.