Maior operadora de cartão de crédito da Coreia do Sul patenteia sistema de pagamentos blockchain

A maior empresa de cartões de crédito da Coreia do Sul, a Shinhan Card, recebeu uma patente para um sistema de pagamentos blockchain, informou a agência local em língua inglesa The Korea Times em 15 de julho.

Segundo o relatório, com a tecnologia recém-patenteada, a empresa estabeleceu um processo de transação de crédito levado a cabo por blockchain, permitindo a definição de limites de gastos, o pagamento em parcelas mensais e a realização de pagamentos. A saída cita um funcionário anônimo da Shinhan Card comentando sobre o desenvolvimento:

"Os serviços que usam essas funções-chave de cartões de crédito serão estendidos ao sistema baseado em blockchain, um notável avanço do status quo pelo qual a maioria dos serviços baseados em blockchain está limitada a fiação de caixa ou identificação de usuário para transações on-line."

O funcionário também explicou que a empresa recebeu a patente cerca de um ano e meio depois de realizar um estudo de viabilidade e que a empresa está atualmente trabalhando para obter também patentes em países europeus, EUA, Japão, China, Vietnã e Indonésia. De acordo com o artigo, o sistema também pode permitir transações sem cartão por meio de um aplicativo móvel.

De acordo com o relatório, as iniciativas podem resultar na eliminação gradual da rede de três intermediários, ou seja, empresas de cartão de crédito, um provedor de serviços de rede de valor agregado e um gate de pagamento. As redes de valor agregado são provedores de serviços que conectam empresas de cartão de crédito e lojas associadas para verificar e aprovar transações, enquanto o portal de pagamento é encarregado de realizar o pagamento.

O site de informações de empresas Crunchbase alega que a Shinhan Card é o principal fornecedor de cartões de crédito e serviços de análise corporativa da Coreia do Sul. O serviço de análises corporativas Owler estima que a receita anual da empresa seja de US$ 841,6 milhões.

Como o Cointelegraph informou ontem, um consórcio de grandes empresas sul-coreanas se uniu para lançar um sistema de identificação móvel baseado em blockchain em 2020.

No final de junho, a Crypterium, uma firma de pagamento por cripto liderada pelo ex-executivo da Visa, revelou que distribuiu cerca de 4.000 cartões de débito cripto em uma semana desde o lançamento do cartão.