Fundador do polêmico mercado Silk Road da darknet diz que BTC vai chegar a US$ 100.000 em 2020

O preço do Bitcoin (BTC) vai disparar para US$ 100.000 no próximo ano, segundo o fundador do infame mercado da darknet Silk Road.

Em uma série de posts em seu blog no dia 10 de dezembro, Ross Ulbricht — o fundador do agora extinto mercado anônimo Silk Road - previu que o preço do BTC chegará a US$ 100.000 em 2020. Os posts foram publicados com base nas cartas que ele escreveu na prisão, usando um tipo de análise de mercado conhecido como Elliott Wave Theory.

Ulbricht alegou a possibilidade de realizar essa análise mesmo sem conhecer os movimentos diários dos preços do Bitcoin e as condições gerais do mercado. Para prever os altos e baixos dos ciclos do mercado financeiro, a Ulbright identificou extremos na psicologia dos investidores. Em termos de Bitcoin, as emoções dos investidores supostamente desempenham um papel mais significativo do que os mercados tradicionais.

Como tal, o preço do Bitcoin poderia ser artificialmente aumentado pelas expectativas dos investidores combinadas com a psicologia de massa e através de um ciclo de feedback positivo do otimismo do comprador

Players da indústria prevêem preço do BTC

Outros players do setor também fizeram previsões em relação aos movimentos de preços do Bitcoin no próximo ano. Fontes disseram à Cointelegraph que Andy Cheung, chefe de operações da OKEx, vê o Bitcoin acima de US$ 14.000 em 2020. De acordo com Cheung, uma listagem de ETFs de Bitcoin nos Estados Unidos pode ser um catalisador para o aumento de preço.

Robert Beadles, presidente da empresa de blockchain Monarch, teria sugerido que o halving do Bitcoin em maio poderia elevar o preço para US$ 11.000. "Atrevo-me ainda a dizer que o Bitcoin atingirá US$ 2 milhões por moeda nos próximos 5 anos, desde que a equipe principal de desenvolvedores não o destrua acidentalmente por dentro", acrescentou Beadles.

Mente por trás do Silk Road

Operando sob o pseudônimo ‘‘Dread Pirate Roberts,”Ulbricht era o cérebro por trás do Silk Road, que permitia aos usuários comprar e vender qualquer coisa, independentemente da legalidade. Embora o site tenha listado armas, detalhes de cartões de crédito roubados e produtos legais, as drogas ilícitas foram de longe os anúncios mais comuns.

O Silk Road foi pioneiro no uso do Tor, o software de rede usado para acessar a darknet, e o depósito em Bitcoins para ocultar identidades de compradores e vendedores e suas atividades. Ulbricht foi preso e condenado à prisão perpétua em 2015, condenado por lavagem de dinheiro e auxílio na distribuição de drogas, hacks e fraudes, entre outras acusações.

No início de dezembro, Tim Draper, um dos investidores mais bem-sucedidos do mundo, pediu a libertação de Ulbricht.