Ferroviária russa pretende usar blockchain para usuários de serviços de transporte com desconto

O fundo nacional de pensões da Rússia está preparando um acordo com a ferroviária Russian Railways para usar blockchain para monitorar o transporte de passageiros que são qualificados para serviços com desconto, como noticiou a agência de notícias de Moscou Rambler News Service (RNS) em primeiro de março.

Anton Drozdov, diretor do Fundo de Pensão da Federação Russa, revelou que o fundo estatal espera fechar o acordo com a Russian Railways, uma empresa estatal de serviços de transporte de carga e passageiros, ainda em 2019.

O novo projeto em blockchain pretende trazer transparência para um sistema de monitoramento de usuários de serviços de transporte com desconto, eliminando falsificação e fraude, como Drozdov explicou em entrevista para a RNS.

O diretor do fundo nacional também revelou que o projeto piloto está pronto para ser implementado na linha ferroviária Moscou-Tver.

Quando perguntado sobre os planos do fundo em projetos em blockchain em um novo sistema desenvolvido de pensão individual, Drozdov respondeu que o Fundo de Pensões da Rússia não pode ser envolvido no atual estágio da iniciativa. Ele disse que o banco central da Rússia está desenvolvendo uma base legislativa para o projeto já que o projeto requer um administrador central.

Recentemente, a assembléia da cidade de Moscou apresentou uma lei para aplicar tecnologia blockchain em um sistema de votação eletrônica para reduzir a chance de fraude, ao separar os dados pessoais de votantes únicos com resultados de votos.

Na última semana, o presidente russo Vladimir Putin estabeleceu prazo para que o governo adotasse uma regulação para as criptomoedas. De acordo com a nova ordem, a regulação deve ser adotada na primeira metade de 2019 e implementado até primeiro de julho de 2019.