Ripple fecha parceria com Universidades de Kioto e Tóquio para pesquisa sobre blockchain

A gigante Ripple fechou parceria com as universidades Kioto e Tóquio como parte de sua Iniciativa de Pesquisa com Blockchain em Universidades (UBRI). O Ripple anunciou seus novos parceiros japoneses em um comunicado à imprensa no dia 30 de Julho.

Emi Yoshikawa, diretor sênior de operações globais da Ripple, observou que há um grande interesse em blockchain na academia japonesa:

“O Japão está rapidamente se tornando uma força líder em ativos digitais e blockchain. A região sempre esteve pensando e explorando maneiras de melhorar o sistema financeiro atual. [...] Temos visto altos níveis de interesse da comunidade acadêmica em tópicos sobre blockchain e criptomoedas. O Ripple está comprometido em envolver e inspirar os alunos a se tornarem parte da força de trabalho do futuro, em áreas como blockchain, computação distribuída, bancos e fintech ”.

A Universidade de Tóquio concederá bolsas de estudos para estudantes que estão fazendo pesquisas sobre blockchain, e seu departamento de economia também está organizando seminários públicos sobre blockchain e liquidação.

Os professores de economia da universidade também estão engajados em pesquisas sobre o sistema financeiro em evolução, bem como estruturas para regulação e supervisão de ativos de criptografia e tecnologia de blockchain.

Na Universidade de Kioto, estudantes de pós-graduação estão realizando pesquisas de blockchain em áreas como remessas de trabalhadores migrantes, gerenciamento de identidade digital para refugiados e gerenciamento da cadeia de suprimentos.

Iniciativa de Pesquisa sobre Blockchain com Universidades (UBRI)

De acordo com o anúncio, o Ripple fornece recursos financeiros, bem como conhecimentos e recursos técnicos para apoiar a pesquisa. Atualmente, a UBRI é parceira de 33 universidades, conforme o comunicado à imprensa.

O Ripple afirma acreditar que a demanda por soluções tecnológicas está crescendo à medida que a globalização aumenta e espera que, em parceria com universidades, a empresa possa ajudar a inaugurar uma nova geração de engenheiros, líderes empresariais, empreendedores e outros profissionais alfabetizados em blockchain. Eric van Miltenburg, vice-presidente sênior de operações globais da Ripple, comentou:

“À medida que a indústria amadurece, a comunidade acadêmica desempenha um papel fundamental na pavimentação do caminho para empresas inovadoras e empreendedores alavancando a tecnologia da blockchain e dos ativos digitais.”

Como previamente reportado pelo Cointelegraph, o Instituto de Pesquisa de Fintechs na Universidade de Tsinghua, em Pequim, fez uma parceria com a UBRI em janeiro. A universidade lançou o Blockchain Technology Research Scholarship Program, um programa projetado para pesquisar regulamentos globais para blockchain, bem como o desenvolvimento da indústria.